Monte Santo ganha entreposto para fabricação e comercialização de produtos

    umbuOs fabricantes de polpa e geleia de frutas de Monte Santo e outros municípios da região do semiárido ganham, no próximo sábado (20), um entreposto para fabricação e comercialização de seus produtos. O espaço vai beneficiar dezenas de empreendimentos e grupos de agricultura familiar assistidos pelo Programa Vida Melhor, do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

    Construído via mutirão organizado pela Associação Regional dos Grupos Solidários de Geração de Renda (Aresol), o entreposto está localizado na Rua Lagoa do Saco, no centro da cidade, e beneficiará pequenos produtores de municípios como Cansanção, Senhor Bonfim, Itiúba, Jaguarari, Uauá, Andorinha e Euclides da Cunha, todos atendidos com assistência técnica da Aresol, entidade apoiada pelo Edital de Redes da Setre.

    Por intermédio de convênio com a CAR, o governo ajudou na compra dos equipamentos e na realização dos cursos de formação. Segundo a técnica da Aresol, Aline Alves, serão beneficiadas diretamente pelo menos 400 pessoas.

    O objetivo é atender aos produtores de frutas e os que trabalham com a fabricação de polpas, geleias e compotas de caju, cajá, umbu, acerola e maracujá catingueiro. Inicialmente, a idéia é vender os produtos para a região e outros estados, mas já existem até contatos para exportação num segundo momento.

    O município de Monte Santo está localizado na microrregião de Euclides da Cunha, a 352 quilômetros de Salvador, com população estimada em 56 mil pessoas. Ele serviu de locação para um dos filmes mais premiados do cinema nacional – ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol’, do baiano Glauber Rocha.

    SECOM/BA (Foto Ilustrativa)