Moradores de cidade baiana estão assustados com supostas mortes provocadas por “coruja”

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.rEL4fH-9BeMoradores do bairro de Cerâmica, na cidade de Iaçu, localizada no centro-norte da Bahia, estão assustados. Uma coruja, conhecida como rasga mortalha, seria a causadora de mortes registradas na região nos últimos meses.

A situação fez um grupo procurar o site local “Iaçu Notícias” para relatar o fato. De acordo com a publicação, os moradores dizem ver o animal todos os dias e que pessoas teriam ficado doente e até morrido pelo fato de a ave passar frequentemente por cima de suas casas. O medo da população está ligado a uma crendice conhecida nas regiões Norte e Nordeste.

Segundo a lenda, rasga mortalha é o nome dado a uma coruja pequena, branca e de voo baixo. A denominação viria do fato de o atrito de suas asas produzirem um som parecido com o de um pano ao ser rasgado – o que, na sabedoria popular, seria o ato de rasgar a mortalha do doente que está prestes a morrer.

A associação do animal com a morte também tem relação com um conto que envolve uma jovem chamada Suidara – nome pelo qual a coruja também é conhecida – que trabalhava como carpideira (pessoa paga para chorar em velórios em cemitérios).

Por: Portaldenoticias.net (Com informações do Bahia Notícias e Iaçu Notícias)