Moradores de cidade nordestina deixam casas após rio transbordar e invadir comunidade

Várias famílias deixaram suas casas em Teresina depois que o rio Poti atingiu a cota de inundação na noite dessa sexta-feira (6). A Prefeitura de Teresina informou que ainda não possui o número total de pessoas que deixaram suas residências, mas as remoções aconteceram em todas as zonas da cidade.

A moradora Elizabeth Silva não esperou a lagoa próximo de casa transbordar para sair de casa na Vila Mandacaru, Zona Sudeste de Teresina. Ela contou que os vizinhos retiraram os móveis ainda durante a madrugada.

Casas foram atingidas pela água na Vila Beira Rio, Zona Sudeste. — Foto: Catarina Costa/G1

“Aqui ninguém dormiu, todo mundo ficou com medo do rio encher e transbordar a lagoa. Na minha casa são três famílias. Estamos retirando tudo para não perder o pouco que temos”.

Kânia Britto, Gerente de Proteção Social Básica da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), contou como está sendo o trabalho nos locais em risco.

Casas foram atingidas pela água na Vila Beira Rio, Zona Sudeste. — Foto: Catarina Costa/G1

“Ontem à noite saíram 4 equipes da Semcaspi [Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Polítias Integradas] para todas as zonas da cidade e houve famílias sendo retiradas em vários bairros. Nosso termômetro é o rio”.

Quiosques do Balneário Curva São Paulo foram tomados pela água. — Foto: Catarina Costa/G1

Assim como a Semcaspi, a Defesa Civil do Estado ainda atualiza os dados de famílias que deixaram suas casas e o número deve ser divulgado até o meio-dia desse sábado (6).

Devido às consequências das chuvas, há 10 cidades com decreto de emergência, sendo oito com decreto estadual: Lagoa Alegre, José de Freitas, Campo Largo do Piauí, São João do Arraial, Capitão de Campos, Ilha Grande, Parnaíba e Luís Correia. E duas com decreto municipal: Teresina e Barras.

Cota de inundação
Tanto o rio Poti quanto o rio Parnaíba atingiram suas cotas de inundação, segundo a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

Rio Poti em Teresina. — Foto: Catarina Costa/G1

Roberto Fernandes, engenheiro hidrólogo da Companhia, informou ao G1 que os pontos mais críticos foram registrados na capital e na cidade de Luzilândia. Em Teresina, às 8h30 o rio Poti atingiu seu maior nível, chegando a 10,88 metros. A cota de inundação é de 10 metros, que foi atingida na noite de sexta.

Já em Luzilândia, às 9h30 deste sábado o rio Parnaíba atingiu 5,71 metros, sendo a cota de inundação 5,70. Lá, a situação é considerada mais crítica pela CPRM.

Rio Poti atingiu cota de inundação em Teresina. — Foto: Catarina Costa/G1

“A previsão é de que lá haja mais chuvas, então o rio deve continuar a subir. Mesmo sem precipitações, a água que sai de Teresina deve chegar a Luzilândia e aumentar o nível do rio também”, explicou.

Rio Poti atinge cota de inundação em Teresina — Foto: Jairo Rodrigues

Fonte: G1

....