Morre segunda vítima das 10 feridas durante show de Igor Kannario

candeiasmix_kannarioMorreu na madrugada desta sexta-feira (27), em Salvador, a segunda vítima da troca de tiros que deixou uma mulher morta e nove feridos durante o desfile de um trio elétrico comandado pelo cantor de pagode Igor Kannário, no início da noite de terça-feira (24), no município de São Francisco do Conde, a cerca 70 km de Salvador.

A segunda vítima do crime tinha 16 anos e estava internada no Hospital Geral do Estado (HGE). A adolescente foi atingida por um tiro nas costas e estava hospitalizada desde o dia em que foi atingida pelo disparo. [Confira acima o vídeo que mostra policiais militares ajudando homem ferido na festa]
A troca de tiros ocorrida durante o desfile do trio já havia provocado uma morte. Atingida por um tiro na cabeça, uma mulher de 32 anos morreu na hora.

Caso

Segundo informações de uma testemunha que preferiu não se identificar, durante a passagem do cantor ocorreu uma confusão e tiros foram disparados. Um homem ficou ferido, mas saiu caminhando com apoio dos policiais. Em seguida, as pessoas voltaram a dançar, mas minutos depois houve outra confusão e mais tiros foram disparados, acertando uma mulher e outras pessoas. “A mulher ficou no chão e morreu. As outras pessoas foram colocadas na viatura, mas não sei quantas, não deu para contar”, explica.
A testemunha, que mora em Salvador e está em São Francisco do Conde desde a segunda-feira (23), conta que ainda não tinha visto brigas nem confusão na cidade. “Quem está aqui disse que não viu nada disso durante a festa. Está tudo tranquilo, hoje que aconteceu isso”, conta.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, das dez pessoas baleadas, três foram encaminhadas para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. A polícia ainda informa que as primeiras investigações apontam que o crime foi um possível acerto de contas entre gangues ligadas ao tráfico de drogas.

De acordo com a assessoria de imprensa da festa de São João da cidade, o desfile de trios é organizado pela associação de blocos do município, mas a divulgação do evento tem apoio da prefeitura, pois eles se apresentam nos mesmo dias da festa junina de São Francisco do Conde.