Morte por obesidade cresce para homem com idade perto de 50 anos

gordoEm torno de 70% dos pacientes com obesidade morrem na faixa de 45 a 55 anos. A informação é do diretor-presidente do Núcleo de Tratamento e Cirurgia da Obesidade (NTCO), Erivaldo Santos Alves. A entidade, com 11 anos de atuação, promove hoje, a partir das 7h30, a VI Caminhada e I Corrida contra a Obesidade. O Clube Rotary da Bahia é parceiro desta iniciativa.

De acordo com Erivaldo Alves, a obesidade é considerada uma patologia que ainda acarreta outras 20 doenças, como alguns tipos de câncer, diabetes e problemas do coração. “Muitas vezes a pessoas morre de infarto e as pessoas acham que a morte foi causada pelo coração, mas a origem é a obesidade”, disse. No Brasil, prossegue o médico, “são 1.500 casos de obesidade por ano”. Em Salvador, há um total de 400 mil obesos.

“Na população adulta, 15% tem obesidade e já se está chegando a 20% na população de criança”, adverte.  O mal tem um caráter multifatorial, sendo causado por questões genéticas, alimentares, sedentarismo, metabolismo e até por problemas na micro-flora intestinal. Com dados da Organização Mundial de Saúde, Instituto Nacional de Cardiologia e Sociedade Brasileira de Hipertensão, o NTCO prega que a melhor forma de aferir a presença ou não de obesidade é pelo chamado Índice de Massa Corpórea, que divide o peso pela altura ao quadrado. Com menos de 1,85 IMC a pessoa está abaixo do peso, a partir de 30 já se tem configurado a obesidade, que se transforma na modalidade mórbida a partir de IMC 40.

Todas estas questões serão apresentadas nos eventos de hoje, que partem do Jardim de Alah e tem percurso de 5km. O ato terá também um reflexo social. Alimentos arrecadados serão repassados para entidades sociais. Os valores da camisa são R$ 25 cada ou duas por R$ 40 – todo destinado a compra de mantimento. Os 6,6 mil pacientes já atendidos pelo NTCO terão uma participação diferenciada: eles farão doação pelo equivalente a 10% do peso perdido no tratamento: quem emagreceu 30 quilos, doa três, por exemplo.

Criado há 11 anos, o NTCO é composto por médicos, psicólogos e nutricionistas.

Tribuna da Bahia