Motorista de ônibus é alvejado por policial na Bahia

Um motorista de ônibus foi baleado por um policial militar quando estavam no trânsito na Avenida Oceânica, orla de Ondina, em Salvador, na noite de sexta-feira (1º).

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), houve uma briga de trânsito. Já o Sindicato dos Rodoviários rebate, afirmando que o PM atirou contra o motorista sem que ele esboçasse reação.

A versão do sindicato é a de que o rodoviário Armando Ricarde Batista Marques, 41 anos, conduzia um coletivo que fazia a linha Estação Mussurunga-Barra II, por volta das 23h30, quando o policial militar – que ainda não teve o nome divulgado – estava com o automóvel dele na contramão e exigiu que o motorista do ônibus desce ré para que o PM conseguisse passar numa região onde o trânsito está bloqueado na orla de Ondina. Tudo aconteceu perto da praça onde ficam as esculturas de bronze Meninas do Brasil, conhecidas como “gordinhas”.

Foto reprodução

O rodoviário, que neste sábado (2) segue internado no Hospital Teresa de Lisieux, foi atingido por um tiro na região abaixo da axila. O sindicato informou que a bala o feriu de baixo pra cima porque ele estava sentado ao volante e o PM na rua. O policial disparou quando estava posicionado em frente à porta dianteira do coletivo. A bala atravessou o corpo da vítima e chegou a atingir a clavícula.

Após o crime, o cobrador conseguiu acionar policiais militares que estavam em uma base móvel em Ondina. De acordo com o relato dele, após fazer o disparo, o PM voltou para o veículo, na tentativa de fugir, e seguiu sentido Rio Vermelho, mas o carro dele ficou preso em um buraco, e ele acabou sendo alcançado por uma guarnição.

Segundo o comando da PM, o caso foi registrado na Central de Flagrantes, onde o PM foi autuado por tentativa de homicídio. O policial passou por exames médicos no Instituto Médico Legal, e depois foi apresentado na Corregedoria da PM, onde foi ouvido e encaminhado para Coordenação de Custodia Provisória (CCP), no bairro da Mata Escura, em Salvador.

Ainda conforme a PM, a arma utilizada no crime não foi encontrada, mas após uma revista feita no veículo do policial, um Toyota Corolla, cor cinza, foi encontrado um coldre.

Quando tudo aconteceu, Armando Ricarde fazia a última viagem do dia e só havia dois passageiros dentro do ônibus.

Armando trabalha como rodoviário há quatro anos, mas antes de atuar no transporte coletivo, era motorista de caminhão. Os colegas do sindicato ressaltam que ele é uma pessoa tranquila e um profissional sem histórico de confusões ou acidentes no trânsito.

As informações de quem o acompanha no hospital é de que ele permanece lúcido e passará por novos exames para saber se sofreu lesão em algum órgão. (G1/BA)

....

COMPARTILHAR