MP apresenta denúncia contra deputado Roberto Carlos por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e mais dois crimes

    IMAGEM_NOTICIA_5O Ministério Público acolheu o relatório da Polícia Federal sobre a Operação Detalhes e apresentou denúncia contra o deputado estadual Roberto Carlos (PDT), pela prática dos crimes de peculato, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

    Além do pedetista, há outros onze denunciados. Caberá ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) julgar o caso. Em agosto do ano passado, a Polícia Federal divulgou o encerramento da investigação e indiciamento do parlamentar. Na época, o advogado de defesa, João Daniel Jacobina, informou que aguardaria o Ministério Público Federal se manifestar sobre o caso. Em abril de 2012, mandados de busca e apreensão foram cumpridos no gabinete do deputado, no SAC de Juazeiro e na casa do pedetista, localizada no mesmo município. Segundo a PF, Roberto Carlos mantinha oito funcionários fantasmas, que receberiam entre R$ 3 mil e R$ 8 mil na folha de pagamento e transfeririam parte dos valores para a conta do deputado e de parentes.

    Contatado pelo Bahia Notícias nesta quarta-feira (28), o advogado do legislador disse que ainda não recebeu notificação sobre a denúncia e que apresentará defesa assim que for acionado.

    Fonte: Bahia Notícias