Mulher espanca homem que a assediou dentro do metrô e o deixa chorando; veja vídeo

Casos de assédio no transporte público são comuns e seus relatos costumam viralizar nas redes sociais. Normalmente, os homens que cometem esses atos saem ilesos. Ah, mas não foi o que aconteceu com Konni Lusz, que golpeou um homem dentro da estação de metrô Pino Suárez, no centro da Cidade do México, depois de ter sido assediada por ele.

assedio-metro-mexico_1

Um vídeo que circula pela internet registra a reação de Konni que está revoltada com o assédio. “Você não tem o direito de encostar em mim nem em nenhuma outra”, gritava ela enquanto ele chorava todo ensanguentado e pedia perdão.

“Ontem à noite, às 23h40, eu ia pra casa com minha amiga na estação Pino Suárez, pelo corredor, quando um cara (Alberto Gómez, 21), estendeu a mão pra tocar a minha região íntima. Estávamos entrando e ele ia saindo. Voltei e corri atrás dele gritando ‘pega ele’ (todos pensaram que se tratava de um roubo). Uma mulher policial o segurou, mas ele a empurrou e seguiu correndo (eu continuava a gritar ‘pega esse filho da p***’). Quando ele chegou nas escadas, dois homens conseguiram pegá-lo. Minha amiga segurou minhas coisas e ele teve o que mereceu. Não vou me desculpar por me defender, por estar furiosa, com raiva, indignada que isso tenha acontecido a muitas mulheres e homens também, mas eu não vou ficar quieta. Isso vai acontecer com qualquer pessoa que agrida a mim, minha família, minhas amigas e até desconhecidas”, desabafou Konni pelo Facebook.

Ainda não há informações se o homem, identificado como Alberto Gómez, de 21 anos, foi preso ou punido pelo assédio. As imagens do vídeo mostram que ele foi levado pelos policiais.