Mulher fica gravemente queimada após soltar gases durante cirurgia e causar explosão

Uma paciente ficou gravemente queimada após soltar gases durante uma cirurgia, fazendo com que o laser explodisse. A mulher de 30 anos, cujo nome não foi divulgado, estava sendo operada no Hospital da Universidade de Tóquio quando o caso aconteceu.

cjtzws8kgp5o37giqc6a7h044

O médico estava com o laser no cólon da paciente quando ela expeliu os gases que geraram a combustão. Segundo o jornal japonês “The Ashai Shimbun”, a mulher sofreu queimaduras em grande parte do corpo, principalmente na área da cintura e nas pernas.

A comissão médica divulgou um relatório no último sábado, afirmando que materiais inflamáveis estavam na sala de operação.