Mulher invade casa, espanca policiais e quebra viatura

pli071214na501-1545094Uma mulher revoltada acabou gerando uma grande confusão, após o término do namoro, a moça de 30 anos invadiu a casa do ex e o agrediu. Segundo a PM, ao ser presa, Polliane Jesus Rangel Lyrio ainda bateu em dois militares e danificou o carro da polícia. A confusão aconteceu no domingo (7), no Bairro Bonfim, em Vitória no Espirito Santo. Ela foi autuada por agressão e dano ao patrimônio público e encaminhada para um presídio. Na delegacia, a suspeita de agressão não quis falar com a reportagem.

O autônomo de 39 anos, que preferiu não ser identificado, disse que ele e Polliane tiveram um relacionamento de nove meses. Na tarde de sábado (6), ele discutiu com a namorada e decidiu terminar. “Ela é muito ciumenta, descontrolada. Não aceitava que eu falasse nem com minha filha pelo telefone. Eu já não aguentava mais”, contou.

Ainda de acordo com o homem, apesar de tê-lo xingado, a mulher foi embora, aceitando o fim do relacionamento. Mas ela voltou no dia seguinte, alterada. “Ela invadiu minha casa, quebrou a porta e chutou a lataria do meu carro. Partiu para cima de mim e começou a me bater”, lembrou.

O autônomo disse que ligou para a polícia e correu para a rua, para pedir ajuda. Segundo ele, a ex-namorada correu atrás e continuou as agressões. Um carro da polícia passava pela rua e abordou o casal.

Na tentativa de separar a confusão, militares acabaram sendo agredidos pela mulher.”Mesmo a gente mandando ela parar, ela continuou batendo nele. Tentamos segurá-la e ela veio para cima da gente. Tivemos muito trabalho para contê-la. Precisei usar força para colocar ela dentro da viatura”, contou a soldado Boldrini, da 3ª Cia, que acompanhou o caso.

* Com colaboração de Iara Diniz, do Jornal A Gazeta(Foto: Edson Chagas/A Gazeta)