Mulher mata ex-marido com facada no peito em Riachão do Jacuípe

manuela e kaique - crimeNa tarde deste sábado (03), por volta das 16h40, um crime passional foi registrado no centro da cidade de Riachão do Jacuípe. A vítima, Jeferson Kaique da Silva Anjos, tinha acabado de sair de seu trabalho, no Mercadinho e Frigorifico Asa Branca que fica na Rua Álvaro Cova, quando, segundo informações de testemunhas, sua ex-esposa Maria Manoela dos Santos Soares, o golpeou no peito esquerdo com uma faca de cozinha.

Kaique, como era mais conhecido, caiu sangrando bastante, foi socorrido para o Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe (HMRJ), onde já deu entrada sem vida, pois a faca atingiu o coração.

Sábado é o dia da feira livre de Riachão, no momento do crime, muitas pessoas ainda circulavam no centro da cidade, barraqueiros desmontando seus stands, lojas fechando e o próprio frigorífico onde Kaique trabalhava. Segundo um amigo da vítima que preferiu não se identificar, Kaique tinha se separado da acusada e a mesma não aceitava a situação e inclusive já tinha ameaçado Kaique.

12082200_10208248572876560_1557056771_o“Foi muito rápido, ela estava atrás de uma barraca, na hora que ele saiu pelo fundo do Asa Branca ela veio correndo e enfiou a faca, aí ele caiu já desacordado, ela correu e acho que pegou uma moto, não vi bem, Kaique estava respirando fraco, foi quando colocaram no carro e levaram para o Hospital, mas ele não aguentou”, disse o amigo com pesar.

A Polícia Militar saiu em diligência na tentativa de prender a assassina e obeteve êxito por volta das 21h20, na cidade de Candeal, a cerca de 30 km de Riachão do Jacuípe. Segundo informações da Policia, Maria Manoela, estava em fuga, tudo indica que indo para Serrinha, quando a guarnição da 90ª CIPM sob o comando do sargento Brito Filho e dos soldados Josemar e Ferreira avistaram a acusada e a reconheceram dando voz de prisão.

A mesma não reagiu e se entregou, ela ainda tinha uma mancha de sangue na mão. A mesma informou que aguardava uma moto ou carro para levá-la, mas não disse se era de algum conhecido ou se contrataria um moto boy ou taxi, ou mesmo se pegaria um ônibus. Segundo o sargento, Manoela parecia estar um pouco desorientada, na delegacia confessou o crime, mas não deu detalhes de como agiu.

Manoela foi autuada em flagrante e foi encaminhada pela guarnição para o Complexo Policial de Serrinha, onde ficará à disposição da justiça.

As informações e fotos são de Alana Adrielle/Hora da Verdade