Na região do Sisal, Souto culpa o PT pelo fechamento de fábricas em Coité e recebe apoio do prefeito de Retirolândia

0coitep“Vamos trazer novas indústrias para o interior e não vamos deixar que elas sejam fechadas, como acontece com o governo do PT”, afirmou o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, na noite de ontem (14), em Conceição do Coité. Na semana passada, a fábrica de calçados Via Uno, atraída à cidade na gestão de Souto, fechou as portas, causando o desemprego de 1.500 pessoas na região.

“Assim como aconteceu com a Via Uno em Coité, outras indústrias recentemente também fecharam em Valente e Serrinha, sem que o governo do PT tomasse nenhuma atitude para evitar que a população regional ficasse desempregada. E eram fábricas em cidades de prefeitos petistas”, disse Paulo Souto, ao lado dos companheiros de chapa, Joaci Góes (vice) e Geddel Vieira Lima (senador).

“Vocês não sabem o esforço que fiz, porque ninguém acreditava que a Região do Sisal pudesse sediar indústrias. Nós batalhamos seguidamente e trouxemos fábricas para vários municípios dessa região, que agora estão indo embora por causa da negligência e omissão petistas”, lamentou o candidato oposicionista a governador, destacando que, no caso de eleito, vai trabalhar muito para atrair novas empresas à região, além de cuidar da saúde, segurança e educação, também abandonadas pelos petistas.

Político da terra, o deputado estadual Tom Araújo lembrou que, quando era prefeito de Coité, o governador Paulo Souto inaugurou duas fábricas que agora estão fechadas por causa do descaso do governo petista. “Os pais e mães desempregados da região querem saber do governador Jaques Wagner quem vai agora botar comida na mesa de seus filhos e honrar seus compromissos”, questionou com a aprovação dos também ex-prefeitos Hamilton Rios, Vertinho e Renato e do deputado estadual Elmar Nascimento.

José Ronaldo, prefeito de Feira de Santana, observou que, nas eleições municipais de 2012, o atual prefeito de Coité, que é do PT, usou o emprego como bandeira de campanha. “Prometeu criar, ao lado do governo estadual, cinco mil empregos. E até agora, nada. Pelo contrário. O que se vê é o desemprego de baianos na Região do Sisal, porque não foram capazes de manter as empresas que se instalaram aqui”.

“Com a nossa eleição, minha, de Geddel e dos deputados de nossa coligação, tenho certeza, a Bahia vai voltar a andar para frente, recuperar o tempo perdido nesta maldita era petista, que tem data marcada para acabar, o próximo dia cinco de outubro”, afirmou Paulo Souto, lembrando que a herança do PT de fábricas fechadas, 37 mil assassinatos, caos na saúde e péssima educação não vai impedir que o povo baiano volte a se orgulhar de sua terra. (Com informações do Diário do Sisal/Foto Valter Pontes)

Paulo Souto recebe apoio do prefeito de Retirolândia

32A comitiva do candidato a governador pelo estado da Bahia- Paulo Souto chegou à Retitolândia por volta das 19:00 hs deste domingo, 14/09. Uma longa fila de carros e motos foi formada na chegada da cidade, contando com veículos que se deslocaram das cidades vizinhas na carreata do candidato.

Lideranças políticas da região acompanharam a comitiva, somando-se a outros líderes que recepcionista seus candidatos envolvidos no evento.
Um número considerável de pessoas saudou a passagem da carreata e a acompanhou até a praça Deraldino Ramos de Oliveira( Zebrinha), local onde foi realizada a concentração.

Além do candidato Paulo Souto, o prefeito de Feira de Santana- José Ronaldo e o candidato ao senado Federal- Geddel Vieira Lima, integravam a equipe candidatos a deputado como Tom Araújo e Alex da Piatã.

26Frustrado com o apoio do prefeito André Martins e seu grupo político em torno da candidatura do também candidato ao senado, Otto Alencar, Geddel não participou do momento dos discursos. O candidato entrou na cidade acompanhado do ex- prefeito Bequinho e outras lideranças, mas preferiu não participar da ocasião.

Muitas pessoas aguardavam a comitiva na praça 27 de Julho, porém, a concentração aconteceu na praça Zebrinha devido à missa que acontecia na igreja matriz. Devido ao desencontro, muitas dessas pessoas não participaram do momento da oratória.

Neste momento, usando a palavra, o prefeito André declarou publicamente seu apoio político ao candidato Paulo Souto, agradecendo sua colaboração no desenvolvimento do município, oportunidade que também agradeceu ao prefeito José Ronaldo e ao povo pelo apoio. André afirmou que Retitolândia vive de trabalho e que o trabalho vai continuar se desenvolvendo.

O prefeito José Ronaldo, disse dever muito ao município de Retitolândia que sempre lhe ajudou na vida pública e disse saber reconhecer isso. O prefeito de Feira afirmou que sempre soube respeitar seus adversários e as diferenças políticas. Ele lembrou ainda da sua amizade com o ex-prefeito Adevaldo Martins, amizade que continua com seu filho André, afirmou Ronaldo. Zé lembrou dos mais de 80% dos votos para o senado na eleição disputada por ele em 2010 no município de Retitolândia.

O prefeito de Feira também citou o apoio recebido por Souto no dia de hoje de 3 prefeitos do PSD, mas que no caso de Retitolândia, não falava em prefeito desse partido, porque, segundo ele, antes de André ser prefeito do PSD, o conheceu ainda menino e pediu uma reflexão em torno do apoio ao nome de Geddel para o senado.

O candidato ao governo do estado- Paulo Souto, pediu desculpas pelo atraso e lembrou da jornada política do dia depois de passar por outros 5 municípios para chegar à Retirolândia. O candidato disse não estar na cidade para dizer o que fez por ela, mas de se apresentar como alternativa frente ao PT depois do pedido da população.

O candidato criticou o estado em que se encontra o setor de saúde, afirmando que a população não é assistida pelo estado. Paulo Souto também falou sobre a insegurança vivida pela população e a educação que, segundo ele, precisa melhorar.

Paulo Souto disse ser um candidato preocupado em lutar pelo sertão da Bahia. Ele lembrou das barragens do Jacuípe, Itapicuru e Paraguassú, além do programa cabra forte, oportunidade em que foi lembrado pelo prefeito André de 18 barragens contidas em seu governo no município.
O candidato Paulo Souto, finalizou afirmando que o atual governo vai deixar o estado destroçado, financeiramente, mas que seu governo vai cuidar de melhorar essa situação olhando mais atenção para o semi-árido do estado. (Com informações do Retiro Notícias – Por: Agnaldo Lima/imagens de Bismarck Araujo)