“Não é para mim” Desiludido com a “Bandidagem” na política, Tiririca diz que pode não se candidatar mais

Após votar favorável ao impeachment de Dilma Rousseff (PT) e à abertura da investigação contra o presidente Michel Temer (PMDB), Tiririca (PR-SP) se diz “desiludido” com a política e avalia deixar a carreira. O deputado federal afirma que não tem “jogo de cintura” para ser político. “Do fundo do meu coração, estou em dúvida, e mais para não disputar”, confessou.

“A partir do exato momento que você entra, ou entra no esquema ou não faz. É uma mão lava a outra. Tu me faz um favor, que eu te faço um favor. Eu não trabalho dessa forma”, disse. “Fiquei muito decepcionado com muita coisa que vi lá”.

tiririca triste nacao juridica

Tiririca se elegeu duas vezes com mais de um milhão de votos e admite que, na primeira candidatura, queria apenas ganhar visibilidade como artistas, mas, ao ver a quantidade votos, quis fazer diferente. “Aí disse: opa, espera aí. Teve voto de protesto, teve. Mas teve voto de pessoas que acreditam em mim. Não posso brincar com isso”.