No Nordeste, Haddad promete turbinar o Bolsa Família

SÃO LUÍS — Com a missão de reverter a vantagem de 18 pontos de Jair Bolsonaro (PSL), o candialdato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad , fez neste domingo duas promessas de impacto direto para o bolso do eleitor: reajustar em 20% o valor do benefício do Bolsa-Família a patir de janeiro e impor um teto de R$ 49 para o preço do botijão de gás.

Foto reprodução

As duas promessas foram feitas em discurso após uma caninhada pelo Anil, um bairro pobre de casas de tijolo aparente e esgoto a céu aberto da periferia de São Luís. No discurso, o petista não revelou o impacto da medida.

Do palanque, Haddad perguntou para os presentes quanto custava o gás na região.

– R$ 75? Então, quero dizer que em 1° de janeiro, nós vamos tomar uma medida e em nenhum lugar do país o gás vai poder custar mais de  R$ 49 – afirmou o candidato, acrescentando que a sua equipe econômica fez contas para chegar ao valor.

– A partir de janeiro 20% de aumento no Bolsa Família porque as famílias estão gastando muito. Então quem tem hoje um beneficio de R$ 200 vai receber R$240 – prosseguiu Haddad. (O Globo)

....

COMPARTILHAR