Nordestina: vereador entra na Prefeitura com facão na mão e diz a funcionário que só sairia com o “problema resolvido”

    costinhaQuase uma semana depois de o vereador Pedro Mendes Queiroz (PDT) “Costinha” entrar na Prefeitura Municipal de Nordestina com um facão tem gerado muitos comentários na cidade.

    De acordo com o Site Folha de Nordestina o edil Ingressou no prédio da Prefeitura na sexta-feira,2,com arma branca (facão),ao lado de dois cidadãos não identificados, dirigiu-se ao chefe do Patrimônio, Gerenaldo Carneiro, com o intuito de solicitar informações sobre assuntos pertinentes à área em questão, e, diante do funcionário público e de outras pessoas, o vereador apontando para a arma branca, disse que só sairia do recinto com o problema resolvido.

    Diante do inusitado fato, que chocou a sociedade nordestinense,foi promovida denúncia junto à Delegacia de Polícia de Nordestina, na manhã da última segunda-feira,5, sendo lavrado um Boletim de Ocorrência que seguirá os trâmites legais.

    A reportagem do A Folha de Nordestina apurou, na manhã desta quinta,08,que foram intimadas duas pessoas.Ainda segundo o portal, o fato, que denigre a imagem do Legislativo Municipal, tomará rumos maiores e o que for apurado será comunicado a instâncias policiais superiores.

    Segundo o Artigo 331 do Decreto Lei 2.848, de 07 de dezembro de 1940, o desacato a um funcionário público, no exercício da função ou em razão dela, deve ser punido com detenção de seis meses a dois anos ou multa.

    O ocorrido tem alcançado uma repercussão bastante negativa, sobretudo em Nordestina, exigindo, de cada autoridade, direta ou indiretamente envolvida no caso, tomada de providências que visem acabar com desmandos e atitudes de pessoas despreparadas para o exercício de atividades públicas.

    Informações e foto: A FOLHA DE NORDESTINA e Calila Notícias