Nova geração da pickup S10 brasileira acaba de ser revelada nos EUA

Uma das picapes médias mais vendidas do Brasil, a Chevrolet S10 está mostrando a idade. A geração atual foi lançada em 2012 e reestilizada duas vezes desde então. E, nesse meio tempo, deixou de ser produzida na Tailândia, encerrando a carreira na Ásia. Isto levou a diversas informações de bastidores dizendo que a nova S10 seria unificada com sua irmã norte-americana, a Colorado, que acaba de ser revelada nos EUA.

s10
Foto reprodução

O visual da nova Colorado é bem diferente do atual, lembrando muito mais a Silverado por conta do formato do para-choque dianteiro e a grade parruda posicionada bem alta. Os faróis são bem mais finos e com uma luz em LED na parte superior, que vai até a parte superior da grade. A traseira adota lanternas com um novo formato, mantendo o nome da Chevrolet escrito por extenso – algo que não temos na S10.

Se ficou impressionado com o exterior, vai achar o interior ainda mais revolucionário. Diga adeus para as formas mais arredondadas e o acabamento de plástico. A Colorado recebe um painel retilíneo com saídas de ar redondas naos cantos, dando mais destaque para a central multimídia e o cluster de instrumentos. A versão mais simples das fotos, a Trail Boss, tem acabamento de plástico texturizado, enquanto as versões acima como Z71 e ZR2 utilizam couro. O volante é totalmente novo, bem menor e com outro desenho para os botões.

2023 chevrolet colorado zr2 interior
Foto reprodução

Falando em botões, a cabine é bem minimalista neste aspecto. Tem alguns comandos para o ar-condicionado e para desligar o start-stop ou o assistente de permanência em faixa. Nas configurações mais equipadas, ainda tem botões para o aquecimento dos bancos, travamento do eixo traseiro e outras funções.

Ainda assim, tenta concentrar tudo na multimídia, que usa uma tela de 11,3 polegadas de série. É capaz de mostrar 10 imagens diferentes das câmeras ao redor da picape, inclusive uma embiaxo do veículo, a primeira do segmento e disponível nas versões Z71 e ZR2. Ao seu lado estará o painel de instrumentos, com uma tela de 8 polegadas de série – as versões ZR2 e Z71 terão um display maior, porém a GM não revela o tamanho.

Trará alguns equipamentos interessantes. Desde a versão mais básica, virá com frenagem automática de emergência, assistente de permanência em faixa e farol alto automático. Dependendo da versão, receberá faróis de LED, carregador wireless para smartphones, ar-condicionado de duas zonas com saída traseira, teto solar, controle de cruzeiro adaptativo, sensor de ponto cego, alerta de tráfego traseiro cruzado e mais.

A nova geração da Colorado chega com uma evolução da plataforma anterior, agora batizada como GMT 31XX-2. Um novo chassi foi desenvolvido, aumentando o entre-eixos em 7,8 centímetros, passando de 3,25 m para 3,33 m. Por outro lado, o comprimento não mudou muito, agora com 5,41 m, contra os 5,40 m da geração anterior. Isto porque o balanço dianteiro foi encurtado, melhorando o ângulo de ataque. Como comparação, a S10 nacional tem 5,40 m de comprimento e 3,09 m de entre-eixos.

Um exemplo de como a Chevrolet está simplificando a linha da Colorado (e, consequentemente, da S10) é que a picape média terá apenas uma opção de entre-eixos e cabine para o mercado norte-americano, descartando as opções de caçamba estendida ou de cabine simples. A própria empresa diz que é para “criar uma uma família Colorado unificada”.

2023 chevrolet colorado z71 rear
Foto reprodução

No mercado norte-americano, a Colorado terá apenas um motor: o 2.7 turbo de quatro cilindros a gasolina. A GM modificou o propulsor, com um virabrequim 30% mais rígido e um bloco com base forjada, além de usar materiais mais comuns em motores diesel. Terá três versões diferentes. A mais básica tem 240 cv e 35,8 kgfm, subindo para 314 cv e 53,9 kgfm nas versões Z71 e Trail Boss. A Colorado ZR2 usará o 2.7 turbo de 314 cv e 59,4 kgfm. Em todos os casos, a transmissão será uma automática de 8 marchas, em uma segunda geração com trocas mais suaves e rápidas.

A Chevrolet destaca que este 2.7 turbo é mais eficiente do que os motores 3.6 V6 a gasolina e 2.8 turbodiesel usados na geração anterior, com mais potência e torque. No caso da S10 produzida no Brasil, a GM deve mexer no 2.8 turbodiesel, visto que tirou de linha a opção com motor flex, pela baixa procura.

Nos EUA, a nova Colorado será lançada no 1º semestre de 2023, produzida em Missouri. No caso da nova Chevrolet S10, o lançamento acontecerá também no ano que vem. A fabricante descongelou um investimento de R$ 5 bilhões para o complexo em São José dos Campos (SP), responsável pela picape e o SUV derivado Trailblazer. Falando nele, o Trailblazer terá uma nova geração.

Fonte: Montor1