Novo cangaço: 26 assaltantes de banco morrem em confronto com a polícia

(UOL-FOLHAPRESS) – Uma operação conjunta entre as polícias Militar e Rodoviária Federal terminou, na madrugada deste domingo (31), com a morte de 25 suspeitos de estarem planejando assaltos a banco na cidade de Varginha (MG). Não há registro de policiais mortos ou feridos.

AAQ9Ojd
© PMMG/Divulgação Operação da PM e PRF resultou na apreensão de armas e explosivos em Varginha

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, houve dois confrontos. Numa primeira abordagem, foram mortos 18 suspeitos e apreendidos dez fuzis, munições, granadas e dez veículos roubados.

Numa segunda ação, em uma chácara, a polícia relatou que houve intensa troca de tiros, e sete suspeitos foram mortos, com três armas recuperadas, além de explosivos.

Em uma postagem em redes sociais, a porta-voz da PM de Minas Gerais, capitão Layla Brunella, classificou a operação como “provavelmente a maior” já realizada contra o chamado “novo cangaço”:

“Muito provavelmente é a maior operação contra o ‘novo cangaço’ feita no país. Os infratores provavelmente fariam um roubo na data de amanhã, ou hoje, e foram surpreendidos pelo nosso serviço de inteligência integrado à Polícia Rodoviária Federal”.

A porta-voz mostrou em vídeo parte dos armamentos apreendidos. Nas imagens, é possível ver pistolas, fuzis e carregadores. Também há uma série de coletes, galões de combustível, e artefatos conhecidos como miguelitos, usados para furar pneus.

Layla defendeu a ação da polícia como “pautada na legalidade”:

“Não vamos comemorar nenhuma morte, mas sim uma ação precisa de um trabalho conjunto com a inteligência da PRF. Ações como essa sempre serão pautadas na legalidade. A gente só fez aqui responder à altura o risco que os policiais sofreram”.

Está prevista ainda para este domingo uma entrevista coletiva em que serão passados mais detalhes a respeito da operação.