Novo namorado de Fátima Bernardes recebeu R$ 50 mil de empresa investigada na Lava-Jato

Bastou surgir de mãos dadas com Fátima Bernardes em um shopping carioca na quinta-feira (02) que a vida de Túlio Gadêlha foi parar na imprensa da noite para o dia. Aos 29 anos, o rapaz, que é advogado e de Recife, já se candidatou duas vezes e em uma das suas tentativas de se tornar político, em 2014, ele chegou a receber doação de uma empresa investigada no âmbito da Lava Jato. As informações são da ‘Veja’.

Foto reprodução

De acordo com a publicação, Gadêlha foi candidato a deputado federal pelo PDT, em Pernambuco, e, segundo o site de prestação de contas do TSE, recebeu R$ 50 mil da Carioca Christiane-Nielsen Engenharia. A construtora é investigada deste 2013 pelo Cade por suspeita de formar cartel em licitações para obras de revitalização de lagoas e controle de enchentes em uma licitação da Secretaria de Estado de Ambiente do Rio de Janei junto com outras construtoras como Odebrecht e OAS.

Ainda segundo a revista, a empresa ainda foi alvo da Operação Tabela Periódica da Lava Jato, que apurou um esquema de corrupção nos contratos da construção de ferrovias ligadas ao Ministério do Transporte em nove Estados do país.

....

COMPARTILHAR