O mistério e a comovente história por trás da reclusão de Ana Paula Arósio

O dia 13 de outubro de 2010 reservou uma notícia, no mínimo, curiosa relacionada ao mundo dos famosos. Através de um comunicado, divulgado por alguns dos principais portais do país, a Globo informava que Ana Paula Arósio havia sido afastada do elenco de Insensato Coração — sua próxima novela das 21h — após faltar às primeiras gravações da trama, e que seria substituída por outra atriz.

Foto reprodução

A princípio, a notícia gerou cerca estranheza, uma vez que atitudes como essas — pelo menos as que vieram a público — não pareciam combinar com o feitio da atriz, mas ainda longe de provocar grande impacto, afinal, poderia significar apenas um mal entendido, uma gravidez inesperada, conflitos de agenda ou intrigas, que são recorrentes nos bastidores de folhetins. Porém, ninguém poderia imaginar que essa informação inicial ganharia corpo, e mais tarde revelaria algo bombástico e surpreendente: a atriz estava abrindo mão de toda fama e da sua carreira para viver de forma reclusa.

Aos 35 anos, Ana Paula já era uma das atrizes mais bem sucedidas da época. Com seu talento e beleza hipnotizantes, ela já estava familiarizada aos holofotes, trabalhando como modelo desde a adolescência e estampando inúmeras capas de revistas.

Ana Paula Arósio/Hilda Furacão

Depois de fazer sua estreia na TV no SBT, em 1994, Ana Paula migrou para a Globo, em 1998, e foi um fenômeno logo em seu primeiro trabalho na emissora carioca, como protagonista da minissérie Hilda Furação. Ela então deu início a uma sequência de trabalhos, estando no ar em pelo menos uma produção por ano, e em algumas delas como estrela principal no horário nobre da Globo, destacando-se principalmente na novela Terra Nostra (1999). Ana Paula ainda faturou diversos prêmios, incluindo um Troféu Melhores do Ano (1998) e três Troféus Imprensa (1998, 1999 e 2002).

Fonte: O TV FOCO

....