“O negro brasileiro passa por isso diariamente”, desabafa Tais Araújo sobre o racismo

tais-araujoNeste sábado, 7/11, a atriz Tais Araújo participou do programa Altas Horas e um dos assuntos abordados durante a gravação foi o preconceito. “O negro brasileiro passa por isso diariamente até hoje”, declarou.

Segundo Tais, o seu contato com a discriminação começou ainda cedo na escola. “Um menino perguntou quem pagava a minha escola, se era a patroa da minha mãe. Eu cheguei em casa muito revoltada”, contou a atriz, que, de acordo com a escola, lidou com a situação de forma agressiva. “Olha o absurdo! A minha mãe foi chamada na escola porque eu tinha agredido o coleguinha. A mãe do coleguinha sequer ficou sabendo que ele teve uma atitude preconceituosa comigo”.

Tais Araújo comentou ainda que, apesar de ser uma pessoa pública, ela enfrenta esse tipo de agressão até hoje. “As pessoas me olham de uma maneira um pouco diferente, mas qualquer coisa que fizer que uma pessoa não gostar, ela vai falar: “aquela neguinha metida”, é dessa maneira que vão abordar e isso é preconceito da mesma maneira.”

lazaro_ramos_e_tais_araujo_1

A atriz aproveitou a oportunidade para ressaltar que racismo é crime e que quem pratica esse tipo de preconceito pode e deve ser punido pela lei. “Outro dia o Lázaro falou uma coisa muito boa esses dias. Isso é crime e não é problema meu! Quem quiser agir dessa maneira, está agindo de maneira criminosa”, desabafou. (GSHOW)