“O Outro Lado do Paraíso”: crime da vilã Fabiana será revelado

Nos próximos capítulos de “O outro lado do paraíso”, será revelado que Fabiana (Fernanda Rodrigues) cometeu um crime. Tudo começará quando Patrick (Thiago Fragoso) voltar ao hospício onde Beatriz (Nathalia Timberg) e Clara (Bianca Bin) foram internadas. Ele buscará provas que possam ajudar no processo movido por Fabiana e Renato (Rafael Cardoso) contra a mocinha.

Foto reprodução

Lá, o advogado conversará com Hermínia (atriz não escalada), nova administradora do local. – Os últimos diretores eram corruptos. É cruel, mas este hospício era um depósito de gente. Nem todos eram doentes mentais, como se descobriu depois – contará ela.

– Pode me explicar melhor? – pedirá Patrick. – Muitas vezes eram pessoas descontroladas. Ou que queriam viver a própria vida. Alguns pais internaram filhas até para impedir um casamento. Mas os diretores daqui mantinham os pacientes. Às custas de dinheiro. Eu era psiquiatra aqui, acompanhei vários casos. Fazia meus laudos, mas os pacientes continuavam internados. Até que houve uma denúncia.

Ela acrescentará que o antigo diretor foi preso: – Os pacientes foram libertados, por assim dizer. Ou encaminhados a outras instituições. Depois do escândalo, o lugar não tinha condições de continuar recebendo novos pacientes. O Estado assumiu o controle. Hoje se tornou um manicômio judiciário.

A mulher afirmará que chegou a conhecer Beatriz e que ela passou por uma avaliação médica, devidamente arquivada pelo ex-diretor. Patrick, então, perguntará qual era o diagnóstico. – Todas revogavam a interdição – responderá ela, sobre o fato de Beatriz ter sido internada contra sua vontade por Fabiana. – Por que ela foi mantida aqui? – questionará o advogado. – A neta dela depositou muito dinheiro na conta do antigo diretor. Para dona Beatriz nunca sair daqui.

– Mas é um crime. Monstruoso – observará ele. Hermínia revelando ainda que, quando soube da morte de Beatriz, resolveu denunciar o homem. Ela garantirá que se lembra de Clara: – Era muito amiga de sua tia, a única entre as internas. Eu lamento não ter feito nada por ela. – Tudo tem sua hora certa. Agora pode fazer – encerrará Patrick.

 

....

COMPARTILHAR