Oito agências bancárias de sete cidades baianas permanecem fechadas após assaltos

    Os municípios baianos de Mundo Novo, Itaguaçu, Santa Bárbara, Barra do Mendes, Ibirapitanga, Cafarnaum e Canarana estão sem serviços bancários depois que ladrões roubaram agências ou postos de atendimentos. De acordo com reportagem do Correio, sete pertencem ao Banco do Brasil e uma do Bradesco. Um dos casos é o distrito de Salobro, em Canarana, no norte do estado, onde a agência foi roubada em fevereiro último. Dez meses depois, o serviço bancário da cidade de 25 mil habitantes ainda não foi reestabelecido. O posto do Bradesco em Itaguaçu, no Vale do São Francisco, foi roubado em 24 de dezembro. Previsão é de reabertura somente no final de janeiro do ano que vem. Com o fechamento das unidades, a população precisa se deslocar para cidades vizinhas para realizar atividades simples, como saques e depósitos. Em Canarana, além da agência do distrito de Salobro, o posto de atendimento bancário do centro da cidade também está fechado. O local tinha sido assaltado em agosto e em novembro deixou de fazer o atendimento após ter um funcionário feito refém em outro assalto. Na última sexta-feira (28), o Banco do Brasil de Iraquara, na Chapada Diamantina, foi reaberto nove meses depois que ladrões destruíram a agência com tiros. A unidade de São Miguel das Matas, no Recôncavo, foi reaberta na quarta passada (26), oito dias após sofrer ação criminosa. (BN)

    ....

    COMPARTILHAR