Onze pessoas são intoxicadas após comerem baiacu no Rio

RTEmagicC_df92bbb82d.jpgOnze pessoas foram internadas e pelo menos duas estão em estado grave em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, após comerem um peixe baiacu. Sete adultos e quatro crianças sofreram intoxicação alimentar nesta quarta-feira (22).

Segundo o jornal Extra, as 11 pessoas foram envenenadas pela neurotoxina Tetrodotoxina, que causa paralisia muscular e até a morte. A glândula deve ser retirada antes do preparo. “Tudo começa com uma dormência nos lábios, que pode se estender para a face e o corpo. As pontas dos dedos ficam roxas. O caso pode evoluir para uma insuficiência respiratória e até ao óbito depois de quatro a seis horas. Não existe antídoto, o tratamento requer hidratação e lavagem gástrica”, disse a diretora clínica do Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carno, Deyse Nadia, ao jornal Extra.

Estão internados: Vitória da Silva, de 3 anos e Cauan Goncalves, de 4, estão no Hospital Infantil Ismélia Silveira, estáveis. Cinco pessoas foram levadas para o Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carno: Paulo Cesar da Silva, de 48 anos e Maciel Rodrigues de Freitas, de 29, e José Augusto, de 41, estão estáveis e devem receber alta. Adriana Fátima Santos, de 34 anos, e Anderson Lucas, de 31, tem quadro delicado.

No Hospital Estadual Adão Pereira Nunes estão os pacientes Guilherme Lucas da Silva, 5 anos, Guilherme da Silva Manoel, 4, e Jackson da Silva de Souza, 30. Guilherme Manoel tem estado grave.

O peixe foi oferecido e preparado por um vizinho. A Secretaria de Saúde do município está monitorando a situação. (Correio 24 Horas)