Pai de promessa da base do Timão desabafa e diz que filho deve jogar no exterior

atacante_gustavo_tocantins_foi_emprestado_ao_edSem planos de utilizá-lo no time principal, o Corinthians emprestou Gustavo Tocantins ao Macaé para a disputa do Campeonato Carioca. Por não ter sido promovido das categorias de base após a Copa São Paulo, o jogador também não alimenta esperanças de voltar a jogar pelo clube. Inclusive, o pai do atleta, Benedito Lopes, já confirma que há negociações para que seu filho jogue fora do Brasil após o término do empréstimo.

“Eles queriam manter ele mais um tempo na base e depois subir para ficar na reserva, não dá. Ele mesmo reconhece que não adianta ficar e entrar só dez minutos. O tempo é curto para mostrar o futebol. Meu filho é uma pessoa dedicada, está sempre na igreja e não se envolve com farras. O vínculo dele com o Corinthians encerra em setembro e não será renovado, já temos acertando algumas coisas fora do Brasil para ele”, disse Benedito ao Globoesporte.

Gustavo chegou a ser promovido pelo clube em 2014, ano em que Mano Menezes o colocou em campo em quatro jogos. De volta à base, conquistou o título da Copinha de 2015 e marcou quatro gols na edição deste ano, na qual o Timão ficou com o vice-campeonato.

Apesar do bom futebol apresentado pelo jogador, Tite preferiu promoveu à equipe principal outros dois atacantes: Gabriel Vasconcelos, emprestado ao América-RJ neste semana, e Claudinho, que foi inscrito no Campeonato Paulista e está na lista de relacionados para o jogo deste domingo contra a Ferroviária.

Também ao globoesporte, Gustavo mostrou confiança em seu futebol e ressaltou a dificuldade de jogar no Corinthians: “Deus sabe o que faz. Sabemos que para jogar no Corinthians é difícil. Quantos precisaram sair para brilhar? Então, é isso que vou fazer”. (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)