Panicat Mari Baianinha dispara “só fui pra cama com um homem na vida: não vale a pena dar por dar”

003Ganhando cada dia mais destaque no programa ‘Pânico na Band’, a panicat baiana Mari Gonzalez resolveu mostrar de uma forma mais ousada as suas curvas e sua sensualidade. A morena de 21 anos posa para um ensaio da Paparazzo e faz revelações sobre a sua intimidade.
Em entrevista, Mari afirmou preservar o sexo com amor e por isso só transou com um homem na vida. “Só tive um único homem em minha vida, que é meu ex-namorado (Cauê Marinho). A gente começou a namorar quando eu tinha 13 anos e terminamos há dois meses. Ainda brincava de boneca quando comecei a namorar”.

Segundo a baiana, é preciso mais que atração para chegar na cama. “Sexo tem que ser com amor. Não vale a pena dar por dar”, contou Mari, que afirmou ter ficado com outras pessoas após o término do relacionamento, mas garantiu não ter transado com ninguém.

002

A panicat disse que sofre preconceito por trabalhar com a sua sensualidade e usar trajes minúsculos. “As pessoas confundem. Só porque ficamos de biquíni acham que somos piranhas. Mas garanto que tem muita mulher que faz pior e não trabalha de biquíni”, disparou.

 

 

COMPARTILHAR