Paralisia Infantil – Bahia alcança 72,57% da meta de vacinação

    campanha_de_combate_a_poliomielite-_dia_d-_vitamina_a-_13-08-2010-reynesson_damasceno_38A Bahia vacinou 707.441 mil pessoas na campanha contra a poliomelite (paralisia infantil), das 974.884 previstas, representando 72,57% da meta estadual, de acordo com os dados disponíveis no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), do Ministério da Saúde, até esta sexta-feira (21).

    O grupo que mais atingiu a meta foi o das pessoas de seis a um ano, em que 92.074 das 107.421 pessoas previstas foram vacinadas, correspondendo 85,71% da previsão inicial. Entre as crianças de um ano, 146.789 de 214.625 pessoas já estão vacinadas, 68,39 da meta. Já entre crianças de 2 anos, 153.825 das 214.270, 71,79, foram vacinadas.

    No público dos três anos, 153.181 dos 217.829 receberam o medicamento, 70,32 da meta. Já entre as crianças de 4 anos, 161.572 de 220.739 foram vacinadas, atingindo 73,20 da população nessa idade.

    A campanha de vacinação foi iniciada no dia 8 de junho. No primeiro dia, 284.320 crianças se vacinaram contra a poliomelite, segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).

    Cerca de 3.600 salas de vacina funcionaram na Bahia para atender a campanha, segundo a Sesab. Em 2012, foram imunizadas no estado 1.035.945 crianças.

    Doença
    A poliomielite é uma doença infecciosa causada por vírus, que causa paralisia dos membros inferiores. O Brasil não registra casos da doença há 24 anos e a vacina é a forma de evitá-la.

    Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 16 locais dos continentes asiático e africano, têm casos da doença, que ocorrem com a transmissão do poliovírus por importação. Até março de 2013, foram registrados 10 casos de poliomielite, sendo cinco no Paquistão, quatro na Nigéria e um no Afeganistão, informou o SMS.

    Fonte: G1/BA