Pastor é preso após trocar mensagens e fotos íntimas com menino

Um pastor evangélico, de 41 anos, foi preso em flagrante no final da tarde de segunda-feira (25), no bairro Pinheirinho, suspeito de assediar um garoto de 13 anos. A prisão aconteceu no momento em que haveria um encontro entre o suspeito e a vítima. A ação foi realizada pela equipe de investigação do 11º Distrito Policial (DP) de Curitiba, no Paraná.

A equipe investigava o suspeito há aproximadamente duas semanas, quando a família da vítima, integrante da igreja em que o homem pregava, denunciou o caso. Diante do fato, os policiais passaram a monitorar as conversas entre o pastor e a criança, por meio de um aplicativo de mensagens de celular.

videomenino2
Foto reprodução

Segundo o delegado-titular da unidade, Rinaldo Ivanike, todas as conversas eram de teor sexual, induzindo o garoto a enviar fotos de suas partes íntimas, bem como tentando convencê-lo a encontrar com ele para que pudessem trocar carícias. “O homem chegou a enviar fotos nu e frisava o tempo inteiro que eram amigos, estava apenas tentando lhe ensinar as coisas e que tudo poderia ficar apenas entre eles. Prevenindo que o garoto contasse algo para alguém”, informa.

Ivanike ressalta que as investigações irão prosseguir, pois há suspeitas de que o pastor tenha feito outras vítimas. “Em uma das conversas, na ânsia de naturalizar o fato, o homem acabou contando ao garoto que já se relacionou sexualmente com outra criança de seu círculo”, afirma o delegado.

pastor
Foto: Polícia Civil

Na delegacia, o suspeito alegou que fez isso para testar a criança e depois contaria para seus familiares. O homem já tem passagem policial por lesão corporal e foi autuado em flagrante por aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso.

O homem está preso no Setor de Carceragem Temporária (Secat) do 11ª DP, onde aguarda à disposição da Justiça.