Paulista de 78 anos mata esposa que sofria do mal de Alzheimer e desabafa: “O sofrimento acabou”

casa-senhor-550x276Para poupar a esposa do sofrimento ocasionado pelo mal de Azheimer — doença degenerativa, que causa, dentre outras coisas, perda de memória e não tem cura – um aposentado de 78 anos resolveu matá-la com um golpe no pescoço.

Ele foi preso em flagrante na casa da família, no ABC paulista. O crime chocou vizinhos, que revelaram que o casal, casado há 54 anos, era tranquilo e não foram escutados gritos nem confusão.

“São pessoas maravilhosas com os vizinhos. O seu Henrique é um homem muito calmo e educado”, disse um vizinho. Após o crime, seu Henrique ainda chamou o filho, que estava em casa, e desabafou: “O sofrimento acabou”.

Na delegacia, ele confessou o crime e disse que não aguentava mais ver o sofrimento da mulher. A Justiça ainda deve determinar o futuro do senhor, que, segundo o filho, tem momentos de confusão mental e toma remédios.

Josefa Gomes, a vítima, tinha 77 anos. (Fonte: TV Record)