Paulo Souto dispara: “Governo fala em investimento mas violência aumentou”

16_07_14_Paulo-Souto_TV-Band_foto-Valter-Pontes_Coperphoto1“O governo petista fala tanto em investimentos na segurança pública, mas cadê os resultados? Na minha última gestão, a média era de 2,6 mil homicídios por ano. Agora, na administração de Jaques Wagner, praticamente dobrou (96%). Em média, 5,1 mil baianos são assassinados anualmente, segundo o Mapa da Violência”, afirmou o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, durante entrevista ao programa Band Cidade, na TV Bandeirantes, no início da noite desta quarta-feira (16).

Ao ser indagado sobre quais seriam os motivos do crescimento exponencial da violência no governo de Jaques Wagner, Paulo Souto apontou uma série de erros. “O PT acha que Bahia foi descoberta em 2007. Quando assumiram o governo alteraram a estrutura existente e perderam o controle da segurança. Com isso o crime organizado se estabeleceu com raízes em nosso estado”.

O candidato da oposição a governador ainda destacou a perda da relação de confiança entre o governo petista e a polícia, evidenciada pelas duas greves num mesmo mandato. “Se formos eleitos, vamos manter um diálogo franco e restabelecer a relação de confiança com a polícia, além de implementar uma série de ações de prevenção à criminalidade, que vão desde melhorias urbanísticas como iluminação pública a escolas em tempo integral para a juventude”.

Investimentos em inteligência e tecnologia também estão nos planos de Paulo Souto para o combate eficiente à violência. “Planejamos fortalecer as delegacias de bairros, hoje totalmente desaparelhadas. Intensificar e centralizar a investigação dos homicídios. Aumentar e distribuir melhor o contingente policial”, anunciou ele.

Fonte: ASCOM Democratas