Pedreiro é preso em Feira de Santana após estuprar e matar cunhada em Juazeiro

86066-3Foi preso em Feira de Santana, na manhã de hoje (9), o pedreiro Wellington da Cruz Bispo, de 31 anos, acusado de estuprar, enforcar e enterrar a cunhada Arlene Costa Borges, de 21 anos, no banheiro de um imóvel em construção na cidade de Juazeiro.

O crime foi praticado no dia 22 de setembro do ano passado. Desde então, Wellington estava foragido. O delegado João Rodrigo Uzzum informou que o delito bárbaro foi cometido em uma obra onde o criminoso trabalhava.

“O mandado de prisão foi expedido pela Justiça de Juazeiro, e a coordenadoria entrou em contato com Feira de Santana, pois tinha as informações de que Wellington poderia estar aqui. Fizemos um trabalho de levantamento e descobrimos parentes dele, e hoje conseguimos dar cumprimento a esse mandado de prisão”, informou o delegado.

86068-3Conforme Uzzum, o acusado será encaminhado ao presídio regional e submetido ao julgamento na cidade de Juazeiro.

Em entrevista ao Acorda Cidade, Wellington da Cruz Bispo confessou friamente ter praticado o assassinato porque a cunhada estaria ‘arrumando um homem’ para a mulher dele, que segundo o mesmo, estava se encontrando com esta outra pessoa.

Wellington contou que no dia do crime deu uma carona para a cunhada, e no caminho teria passado na construção para dar comida a um cachorro. Enquanto conversava com a vítima, o crime aconteceu.

O pedreiro afirmou também que utilizou uma marreta pequena para matar a jovem. De acordo com Wellington, ele sentiu remorso e depois de alguns dias resolveu contar tudo para a família. “Bateu o desespero e tive que contar. Quem é que convive com um pesadelo desse?”, completou.

As informações são do repórter Ed Santos do site Acorda Cidade.