Polícia de Feira de Santana registrou 412 homicídios em 2012

    33059 2O número de homicídios em Feira de Santana bateu recorde em 2012. É o maior dos últimos sete anos. Enquanto em 2011 ocorreram 367 homicídios, em 2012 foram registrados 412. O número de mortes violentas aumenta para 450 quando somados aos 18 latrocínios (roubo seguido de morte) e 20 autos de resistência (morte em confronto com a polícia).

    Apesar deste aumento, a cidade teve uma trégua de quatro meses consecutivos (julho a agosto) de redução de homicídios. O mês com maior número de mortes do ano foi fevereiro, quando houve a greve da Polícia Militar. E agosto foi o menos violento, com registro de 25 homicídios.

    tabela dos anosDos 412 homicídios registrados, 127 foram praticados por homens usando motocicleta – em 2011 foram 90. Também cresceu o número de autos de resistência registrado na cidade. Enquanto 13 pessoas morreram em confronto com a polícia em 2011, vinte morreram em 2012. Em relação o número de latrocínio, a diferença foi de um caso: 18 pessoas foram mortas durante assaltos na cidade em 2012, enquanto 17 morreram na mesma situação no ano anterior. Estes números foram levantados pelo repórter do setor policial do programa Acorda Cidade, Aldo Matos.

    Mulheres mortas

    Ainda de acordo com o levantamento, houve uma queda no número de mulheres mortas em 2012, em relação ao mesmo período no ano anterior.  Em 2011, 29 mulheres foram mortas e em 2012 foram 19. Destas, 13 foram mortas a facadas, 4 a tiros, 1 a pedradas e 1 por espancamento. 371 homens foram mortos a tiros na cidade, em 2012, e 13 a facadas.  Em 2011, 294 homens foram assassinados a tiros e 17 a facadas.

    A polícia afirma que a maioria dos crimes está relacionada ao tráfico de drogas, especialmente aos crimes denominados personalísticos, no qual “a pessoa está marcada para morrer”, conforme explica o coronel Adelmário Xavier, comandante do CPRL (Comando de Policiamento Regional Leste). Por conta do índice elevado de assassinatos, Feira foi a primeira cidade do interior da Bahia a ser contemplada com um Base Comunitária de Segurança, do projeto Pacto pela vida, do Governo do Estado. O conjunto George Américo foi escolhido para sedia a primeira BCS por ser um dos bairros com maior número de ocorrência.

    Jovens mortos

    A maioria das vítimas de homicídios registrados em Feira de Santana tem menos de 25 anos de idade. Só em 2012, foram mortos 41 menores de 18 anos (Em 2011, foram 47). O índice posiciona Feira de Santana entre uma das cidades mais violentas para jovens do Brasil. A Princesa do Sertão é a 2 ª cidade com maior taxa de homicídios de jovens da Bahia e a 6ª no país, de acordo com o Índice de Homicídios na Adolescência (IHA).

    Informações do Acorda Cidade