Polícia flagra pastor em conversas “picantes” com fiéis de igreja

    pr_marcos_pereiraUma nova prova contra o pastor Marcos Pereira, acusado de estuprar duas fiéis da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, estão sendo investigadas pela polícia do Rio de Janeiro.

    O material diz respeito a escutas gravadas com autorização da Justiça. No áudio, o pastor, que está preso desde o último dia 8, mantém conversas picantes com uma das fiéis supostamente abusadas pelo religioso.

    Em um dos trechos, ele diz: “tô com saudade do seu rabo”. Ela, por sua vez, responde: “tá nada”. A situação deixa o pastor revoltado: “não sou mentiroso. Coisa que fico bolado é quando me desmente”. A polícia também conseguiu ter acesso a outras conversas, como a de uma mulher, supostamente frequentadora da igreja, que insinua que “o pastor ia gostar” de uma nova lingerie que ela teria comprado: “ontem coloquei um negócio muito legal que o senhor ia amar, eu acho”.

    O pastor, curioso, responde à mulher pedindo que ninguém soubesse da situação. “Fica ligada, fica ligada”, disse. Além dos dois estupros, o pastor pode ter violentado outras 20 mulheres que moravam na igreja onde o pastor residia.

    A polícia ainda apura as demais denúncias feitas contra o religioso. As informações são do jornal Extra.