Precisando fazer transplante de medula de filha, pai Cansançãoense clama por ajuda

SAM_2068O Cansançãoense Armando de Jesus Barros “Bamba” procurou o Portal na manhã desta terça-feira para falar da luta do drama vivido e da luta para realizar um transplante de medula em sua filhinha Amires Barros, 8 anos.

Amires, nasceu com talassemia, um problema no sangue que exige transfusões semanais para evitar a anemia severa. Não há cura via medicamento e o tratamento definitivo é o transplante de medula óssea, parte do corpo que funciona como uma “indústria” de células sanguíneas.

O drama da família começou quando a pequena Amires tinha apenas 02 anos de idade, nos últimos 6 anos a Bamba e sua esposa Cristina “Lélé” que são de origem humilde deram mais de 200 viagens de Cansanção a Salvador para fazer o tratamento da pequena Amires.

Após a realização de exames, os médicos descobriram que a irmã de Amires era uma doadora compatível, foi então que a família resolveu fazer o transplante em São Paulo. A falta de recursos financeiros é um dos maiores entraves para o transplante, apesar da cirurgia está marcada para ser realizada pelo SUS, Bamba já gastou quase tudo o que tinha com o tratamento da menina, e uma viagem para São Paulo sempre tem custos elevados. “Já falei para os médicos que entrego nas mãos de Deus, o que tiver que ser será, ontem na segunda-feira eu não tinha nenhum tostão no bolso para fazer a feira, não pude nem por comida dentro de casa, só Deus sabe o que estou passando, porém iriei lutar até o último minuto de minha vida pela saúde de minha filha” disse o pai emocionado.

As pessoas interessadas em ajudar deverão entrar em contato com a família através dos telefones (71)9299-7122 ou (75)9250-3835.

Doações de qualquer valor poderão ser feitas na conta de Cristina Maria de Jesus (Mãe de Amires) Banco Bradesco, Agência: 602-5, Conta Poupança: 14.960-8