Prefeito, vice e vereadores foram empossados em Cansanção

    Reeleito no dia 07 de outubro, o prefeito Ranulfo Gomes (PSD), o vice-prefeito Paulo Passos (PRP) e os treze vereadores, foram empossados na câmara municipal de Cansanção no final da tarde desta terça feira (01), também foi eleita e empossada a nova mesa diretora da Câmara.

    A Cerimônia de posse dos vereadores eleitos e a eleição da nova mesa diretora, foi presidida pelo vereador Júnior César Amado (DEM), acompanhado de Nelson Alcântara (DEM), e Licurí (PP), onde empossaram os vereadores Robertão (PRP), Gisânia (PP), Zé do Cirilo (PSD), Rodrigo Gomes (PSD), Agnaldo Alcântara (PSL), Fabrício do Samuel (PSL), Cirilo Damasceno (PSDC), Rode (PSDC), Diodato Gois (PSD) e Nevton Bispo (PDT). Após a posse dos vereadores foi eleita à nova mesa diretora da Câmara, a chapa governista composta por Rodrigo Gomes presidente e Agnaldo Alcântara vice, saiu vencedora após obter sete votos contra seis votos da chapa oposicionista composta por Diodato Gois presidente e Rode vice.

    Após ser empossada, a nova mesa diretora da Câmara empossou o prefeito reeleito Ranulfo Gomes e o vice-prefeito Paulinho. O prefeito parabenizou a nova Câmara e mais uma vez firmou o compromisso de continuar trabalhando pelo desenvolvimento de Cansanção “Parabenizo a todos os eleitos e mais uma vez convoco a Câmara a continuar trabalhando pelo bem de Cansanção, independente de situação ou oposição, o interesse do povo está em primeiro lugar, quatro anos passa depressa, e como prefeito reeleito com mais de 2.200 votos de frente, vou continuar lutando pela construção de uma Cansanção cada vez melhor, e para isso, espero contar com o apoio de todos vocês vereadores” disse o prefeito Ranulfo.

    Tentativa de Manobra da oposição 

    Uma tentativa da oposição de derrubar a chapa governista na disputa pela presidência da Câmara, causou muita apreensão e gritaria no plenário. A manobra começou após o vereador Fabrício entregar uma carta renunciando o cargo de 2° Secretário da chapa encabeçada pelo vereador Rodrigo Gomes, os vereadores Cirilo e Nevton pediram a impugnação da chapa argumentando que o Regimento Interno da Câmara não permitia que uma chapa para a mesa diretora tivesse validade com apenas três membros, após um caloroso debate entre o vereador Agnaldo Alcântara e os vereadores da oposição, o vereador Júnior Amado presidente da sessão, resolveu indeferir o pedido de impugnação e realizou a eleição normalmente.

    População não perdoa Vereadores

    Os vereadores Diodato Gois e Fabrício do Samuel viveram um verdadeiro calvário na sessão desta terça-feira (01), vaiados impiedosamente durante toda sessão, os vereadores a todo o momento tentavam justificar suas decisões de lançar uma chapa com o apoio da oposição, porém sempre que tocavam no assunto eram interrompidos por impiedosas vaias e gritos da plateia. Após o término da sessão o vereador Diodato ao sair da Câmara escoltado pela polícia chegou a bater-boca  com um de seus cabos eleitorais conhecido por Mero do Cascavel, se não houvesse a intervenção da polícia a discussão poderia ter acabado em pancadaria.

    Por: Gabriel Araújo (Portaldenoticias.net)

    [vsw id=”BeMKY6uUsF0″ source=”youtube” width=”425″ height=”344″ autoplay=”no”]

     

    ....

    COMPARTILHAR