Processo movido por vereador contra prefeito e vice de Cansanção chega ao fim

DSCN7594Um processo de Impugnação de Mandato Eletivo, movido pelo pelo Partido Social Democrata Cristão-PSDC, através do vereador Cirilo Araújo Damasceno, contra o prefeito de Cansanção, Ranulfo Gomes e o vice-prefeito Paulinho, tramitou por quase três anos e chegou ao fim na última segunda-feira (03).

Após ser considerado improcedente em todas as instâncias por onde passou, o processo já consta como “Transitado em julgado“. Na Ação de Impugnação de Mandato Eletivo o vereador Cirilo pedia a cassação do prefeito Ranulfo da Silva Gomes e do vice-prefeito Paulo Henrique Passos Andrade, alegando que dois meses antes das eleições municipais de 2012, um funcionário público procurou a Câmara de Vereadores para formalizar uma denúncia de compra de voto. Na denúncia, o funcionário teria alegado que o prefeito havia lhe oferecido um cargo no Município cuja remuneração seria de um salário mínimo e que chegou a receber dois meses de trabalho em troca do seu voto. O parlamentar também mencionou na denúncia a realização de “supostos” contratos irregulares envolvendo parentes do prefeito Ranulfo destacando que a conduta do gestor implicaria em abuso de poder econômico e político.

O fim do processo e a absorvição de Ranulfo e Paulinho representa mais uma dura derrota política para a oposição Cansançãoense que tenta se reerguer para enfrentar mais uma acirrada disputa eleitoral no próximo ano.