Professor cita Wesley Safadão em questão de lógica e vira febre na web

safadometroProfessor de cursos de tecnologia da Universidade Federal do Ceará (UFC) em Quixadá, Jefferson de Carvalho chamou atenção dos alunos e das redes sociais ao misturar um hit do sertanejo e forró e a lógica de programação de computadores. Ele se inspirou na música “Aquele 1%”, sucesso da dupla sertaneja Marcos e Belutti que tem a participação do forrozeiro Wesley Safadão, para criar uma questão de lógica.

O exercício pede a elaboração de uma porcentagem a partir da função matemática “wesley_safadão”. O professor faz uma menção ao refrão da música – que fala de um homem que “é 99% anjo perfeito”, mas que “tem aquele 1% vagabundo” – para pedir a porcentagem de “anjo” e “safado”. O resultado é calculado a partir da data de nascimento de alguém.

safadao_questao_materia

“A única mudança na questão que eu fiz em relação à música foi trocar a palavra ‘vagabundo’ por ‘safadeza’. Eu acho a palavra ‘vagabundo’ muito forte para uma questão”, explica Jefferson.
A ideia dele repercutiu nas redes sociais e motivou a criação de páginas na web que calculam o “Safadômetro” a partir de uma suposta resposta da questão.

Ideia foi sugerida por mulher
Mesmo não sendo fã de Wesley Safadão, Jefferson disse que ouviu a música em um aplicativo da mulher dele quando tomava café da manhã.

meme_questao-safadao“Essa música do 1% toca bastante e até que é divertida de escutar. Entretanto, não sou um fã ardoroso do cantor. Se a música estiver passando, eu escuto sem problemas, mas também não odeio o Safadão”, disse.

A ideia de elaborar a questão surgiu em um desafio proposto pela mulher. “Sempre comento como é desafiador ensinar programação para os alunos de uma forma que prenda atenção deles, principalmente os exercícios de cunho matemático, que espantam um pouco. Então, em uma das vezes que a música tocou, minha mulher disse:  ‘Que tal fazer uma questão sobre o Safadão, para desopilar a aula?’”, lembra.

Ao entregar o exercício, o professor comprovou que a popularidade de Wesley Safadão na internet havia chegado à sua sala de aula.

“O Safadão é muito popular na internet. Ele é praticamente um ‘meme’ das redes sociais, sendo aclamado como ‘mito’, ‘deus do forró’, ‘metal safado’, dentre outros apelidos. Quando viram a questão, os alunos acharam muito legal. Se estavam dormindo, acordaram na hora e soltavam exclamações: ‘Ah, essa eu acerto!’, ‘Agora sim a aula ficou massa’”, disse.

Jefferson afirmou que nem todos acertaram a resposta, mas ele se diz satisfeito por falar de programação em uma linguagem mais próxima da dos jovens.

“Fiz com que o interesse pela programação fosse despertado de forma divertida e descontraída. Provavelmente esses alunos nunca esquecerão disso. O mais interessante é que até jovens de outras áreas, inclusive do Ensino Médio, ficaram interessados em resolver a função. Isso pode ser o pontapé para um grande profissional em computação daqui a alguns anos”, comenta.

Para quem tentou resolver a questão do professor Jefferson, ele revelou que não existe uma única resposta correta.

“Nessa questão, eu tento ensinar o conceito de função que usa outra função externa. Pode parecer complicado para quem não é da área, mas bem simples e primordial para o ensino de programação e lógica. O que existe é o esforço e a tentativa de chegar ao lugar certo, os cálculos pouco importam”, afirma.

img_90011_1

“De certa forma, o uso do Safadão ajudou a sedimentar um conceito. Eles sempre vão lembrar: ‘Ah, o Jefferson me ensinou isso usando o exemplo do Safadão’”, completa.

Com informações do G1