Professora encontrada morta ao lado do filho na região de Jacobina teria envenenado criança antes de suicídio

ddsUma professora de inglês e o filho de cinco anos foram encontrados mortos dentro de casa, no município de Miguel Calmon, município que fica na região de Jacobina na última terça-feira (18). D acordo com informações do delegado responsável pelo caso, Pedro Calmon, a criança estava deitada em um colchão, na sala da residência, enquanto a mulher em um dos quartos.

O corpo de Eliane Araújo de Melo Silva, 29 anos, foi localizado após um parente sentir a falta da jovem. “O cunhado dela foi até a residência das vítimas, encontrou todas as portas e janelas fechadas, e resolveu procurar a polícia”, disse.

A polícia desconfia que o garoto foi envenenado, pois havia uma jarra de suco em cima da mesa da cozinha e restos de macarrão instantâneo na pia.  Eliane foi encontrada com uma corda amarrada no pescoço, que estava presa no teto do quarto. A polícia encontrou uma escada encostada em uma parede, próxima ao corpo de Eliane.  Para o delegado, a professora retirou o colchão e colocou o filho, pois os pés dela estavam passando pelas madeiras da cama.

Testemunhas disseram à polícia que Eliana sofria de depressão. O marido dela trabalhava em outro município no momento em que a mulher e o filho foram encontrados. Os corpos foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Jacobina. Os corpos foram periciados, mas as causas das mortes deverão ser esclarecidas após a conclusão do laudo médico. A DT (Delegacia Territorial) da cidade investiga o caso. (As informações e foto são de Augusto Urgente)