Programa beneficia 10 mil famílias no semiárido baiano

    72714Mais de 10 mil famílias do semiárido baiano, segundo balanço da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), já têm instaladas nos quintais de casa as cisternas com capacidade de armazenar 16 mil litros de água captada da chuva para consumo humano. A estimativa é que cerca de 50 mil baianos já estejam se beneficiando do programa Água para Todos, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI). Desde 2012, a iniciativa já distribuiu 10.112 reservatórios em 11 municípios das regiões mais afetadas pelos efeitos das estiagens.

    Os contemplados com as cisternas, por meio da Codevasf, são Barra, Boquira, Caetité, Ibotirama, Macaúbas, Riacho de Santana, Chorrochó, Morro do Chapéu, Santa Brígida, Uauá e Umburanas.”Nossa vida mudou depois que ganhamos um desses reservatórios. Nem dá para comparar com o sofrimento de antes. Agora, temos uma preocupação a menos”, disse a dona de casa Izaltina de Almeida, 45 anos, moradora da Baixa Funda, em Ibotirama. “As cisternas são parte do conjunto de ações que está se formando para a promoção da sustentabilidade hídrica do semiárido”, disse o superintendente da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, Lourival Soares Gusmão. As famílias beneficiadas com  são indicadas pelos Comitês Gestores Municipais, formados por representantes da sociedade civil, sindicatos de representação rural, associações, igrejas e o poder público municipal.