Programa realiza mamografia gratuitamente no interior da Bahia

    image_previewAs mulheres com idade entre 50 e 69 anos das cidades de Ribeira do Pombal, Itatim e São Felipe, todas na região do semiárido, são atendidas gratuitamente dentro do programa de Rastreamento do Câncer de Mama, do Governo do Estado. A ação dá a essas mulheres, consideradas dentro da faixa de risco da doença, a oportunidade de realizar a mamografia, que tem alto custo e complexidade, o que dificulta a sua disponibilização em toda a rede pública de saúde.

    Para levar a mamografia até o interior do estado, foram montadas cinco unidades móveis equipadas com mamógrafos e todo o material necessário para a realização do exame de imagem. Isso permitiu ao programa estadual visitar 88 cidades desde o outubro de 2011, realizando cerca de 70 mil mamografias. A meta é chegar a todos os 417 municípios baianos.

    A dona de casa Marlene Jesus carvalho, de 55 anos, moradora da zona rural de Ribeira do Pombal, aproveitou a chegada do programa ao município e realizou o exame de mamografia pela primeira vez na vida. “É difícil encontrar esse exame por aqui, precisava ir pra Salvador e sem garantia de que ia conseguir. Eu mesmo nunca tinha feito e tem gente com mais idade que eu que também nunca fez e está fazendo agora. Queremos agradecer a oportunidade e dizer que estamos aproveitando”, disse ela.

    De acordo com o secretario estadual da Saúde, Jorge Solla, o programa tem três fases, o exame de mamografia é apenas a primeira. “Ele é um exame de triagem que não fornece o diagnóstico definitivo de câncer de mama. Por isso, se for detectada alguma alteração, a paciente é encaminhada para uma segunda fase, onde são realizados exames confirmatórios, como a punção e exames de laboratório. Os casos confirmados são encaminhados para os centros de referência para o tratamento definitivo”. O estado tem 28 polos microrregionais que fazem os exames laboratoriais e nove macrorregionais que oferecem o tratamento.

    Ribeira do Pombal realiza 240 exames por dia

    Em Ribeira do Pombal estão sendo feitas em média 240 mamografias por dia e a meta é chegar a 3 mil atendimentos até o fim da visita do programa, dia 8 de março. Neste sábado (2), sexto dia de atendimento na cidade, foi realizado um seminário sobre o câncer de mama, na Câmara de Vereadores. O secretário Jorge Solla participou do encontro que apresentou aos gestores municipais, agentes de saúde e a população em geral informações sobre a prevenção e tratamento do câncer de mama.

    Os dados de 2012 mostram que a Bahia registrou cerca de 2,1 mil novos casos da doença; só em Salvador foram mais de 800 casos. A doença é a quarta causa de morte de mulheres no mundo e a chance de cura chega a 93% caso o diagnóstico seja feito de forma precoce e o tratamento iniciado o quanto antes.

    As próximas cidades a serem visitadas pela programação do Rastreamento do Câncer de Mama são Olindina, Cipó, Ribeira do Amparo, Nova Soure, Coronel João Sá, Novo Triunfo, Banzaê e Heliópolis. A meta é atender cerca de 10 mil mulheres nestas cidades.