Projeto amplia qualificação de profissionais de saúde da Bahia

    image_previewCerca de oito mil profissionais de saúde serão capacitados em Salvador e mais sete municípios baianos na área de cirurgia minimamente invasiva. A primeira cidade atendida é a capital baiana, por meio do projeto Unidade Móvel de Educação Covidien (Umec) – multinacional do ramo de equipamentos cirúrgicos -, uma parceria do governo estadual com a iniciativa privada.

    A unidade móvel fica no Hospital Roberto Santos até o dia 2 de agosto, para treinar médicos, clínicos, cirurgiões, fisioterapeutas, residentes e alunos de medicina, e equipes de enfermagem. Os interessados na capacitação devem se inscrever aqui. As incrições são gratuitas.

    De acordo com o secretário da Saúde, Jorge Solla, que acompanhou o início das atividades nesta quarta-feira (17), é uma forma de levar para os médicos baianos a tecnologia avançada utilizada para realizar cirurgia menos invasiva, que proporciona uma recuperação mais rápida para o paciente.

    Até o final de setembro, o projeto percorre as seguintes unidades de saúde: Hospital Clériston Andrade (Feira de Santana), Hospital Regional de Juazeiro, Hospital Prado Valadares (Jequié), Hospital Luís Viana Filho (Ilhéus), Hospital Geral de Vitória da Conquista, Hospital Regional de Guanambi e Hospital do Oeste (Barreiras).