ProUni oferece vagas em 87 cursos de 17 instituições em Salvador

    O resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) saiu ontem, mas quem não passou não precisa ficar chorando o leite derramado. Depois de amanhã abrem as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece 144 mil bolsas em universidades particulares em todo país. Em Salvador, são 87 cursos em 17 instituições.

    O Correio listou alguns deles na página ao lado, mas quem quiser ter acesso à relação completa pode consultá-la no endereço prounialuno.mec.gov.br/consulta/publica.

    As inscrições serão abertas na quinta-feira, 17, e vão até as 22h59 do dia 21, pelo horário da Bahia. Os resultados serão divulgados nos dias 24 próximo (primeira chamada) e 8 de fevereiro (segunda chamada). Nestas datas, os estudantes pré-selecionados deverão comparecer à respectiva instituição de ensino superior para a confirmação das informações prestadas em sua ficha de inscrição e eventual participação em processo seletivo próprio da instituição, quando for o caso. Quem não for pré-selecionado em nenhuma das etapas poderá aderir a uma lista de espera nos dias 24 e 25 de fevereiro.

    Das 144 mil bolsas, 99 mil são para o financiamento integral do curso, e as outras 45 mil para parcial (50%). Para concorrer a uma bolsa integral, o candidato precisa ter renda familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio (R$ 1.017).  Já para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.

    Professores da rede pública de educação básica estão dispensados da comprovação de renda, mas eles concorrem  a bolsas para licenciatura.
    enem  Assim como o Sisu, o ProUni usa as notas do Enem como critério de seleção. Podem se inscrever os estudantes que fizeram o exame de 2012 e obtiveram nota mínima de 450 pontos, além de não ter zerado a redação. Também é pré-requisito ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou em particular na condição de bolsista.
    No momento da inscrição, através do site do ProUni, disponível no portal do MEC, o estudante deve informar o número de inscrição e a senha usados no Enem de 2012 para acessar as vagas. Ele escolhe, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno entre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil.

    Os candidatos que obtiverem as maiores notas no Enem ficam com a vaga escolhida na primeira opção. Quem não tiver nota suficiente para o primeiro curso passa a concorrer ao curso escolhido como segunda opção.

    Após a divulgação dos resultados, os candidatos pré-selecionados terão um prazo, definido por cada instituição, para comparecer  com os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição. O estudante que conseguir bolsa parcial (50% da mensalidade) pode custear a outra parte por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) sem a necessidade de apresentar fiador.

    Para isso, é necessário que a instituição onde o aluno pretende se matricular tenha firmado termo de adesão ao Fies e ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo. No entanto, caso o candidato seja selecionado no Sisu  e no ProUni, ele deverá optar por uma das vagas. Isso porque é vetado usar uma bolsa do programa e estar, simultaneamente, matriculado em instituição de ensino superior pública e gratuita.

    Nota
    Desde sua criação, em 2004, até o ano passado, o ProUni já atendeu  1 milhão de estudantes. No entanto, este ano está mais difícil conseguir uma das vagas. É que, no mês passado, o Ministério da Educação (MEC) subiu a nota mínima exigida para a obtenção de bolsa do programa, que era de 400 pontos no ano passado.  Além disso, em 2012, o número de vagas disponíveis era maior: 195 mil, sendo 98 mil integrais e 96 mil parciais.

    Na Bahia foram 3.779 integrais e 3.151 parciais, totalizando 6.930 bolsas em 2012.

    INSTITUIÇÕES EM SALVADOR

    * Faculdade ÁREA1
    * Faculdade Dom Pedro II
    * Faculdade Baiana de Direito e Gestão
    * Faculdade Regional da Bahia
    * Faculdade São Camilo
    * Faculdade Maurício de Nassau
    * Instituto Baiano de Ensino Superior (Ibes)
    * Instituto Salvador de Ensino e Cultura (Isec)
    * Faculdade Estácio FIB
    * Centro Universitário Leonardo da Vinci
    * Faculdade Aiec
    * Facdelta
    * Unifacs
    * Unijorge
    * Ucsal
    * Faculdade Ruy Barbosa
    * Universidade de Santo Amaro

    Concorrência do Sisu na Bahia foi de 21 por vaga
    Os resultados do Sisu estão disponíveis, desde ontem, no portal do Ministério da Educação. Na Bahia, foram 5.496 selecionados entre os 118.371 inscritos, o que dá uma média de 21,5 candidatos por vaga. A média foi maior que a nacional: 15 por vaga. Mesmo assim, no Brasil, o sistema registrou número recorde de inscrições esse ano: foram 1.949.958 inscritos, concorrendo a 129.319 vagas em 3.752 cursos. Destes, os estudantes beneficiados pela lei de cotas representaram 44%, ou 864.830 candidatos.

    A maior parcela foi de negros, pardos ou indígenas com renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Foi a primeira vez que o Sisu considerou a nova lei de cotas, que determina que, até 2016, 50% das vagas federais sejam reservadas a alunos da rede pública. O estado campeão de inscritos foi Minas Gerais, que teve 227.515 concorrentes para as 14.881 vagas. Já o estado que ofereceu mais vagas foi o Rio de Janeiro, com 16.332. Por lá, foram registradas 226.931 inscrições, o segundo maior número.

    Quem passou na seleção deve se preocupar agora com a matrícula, que acontece entre os dias 18 e 22 de janeiro na própria instituição de ensino. Segundo o MEC, cada uma delas define a documentação necessária para efetuar a matrícula.  No dia 28, sai a segunda chamada dos candidatos. Estes devem se matricular entre 1º e 5 de fevereiro.