Queimadas: Prefeito invade estúdio de rádio e bate-boca com vereador

    qqO prefeito Tarcísio “Liso” Pedreira demonstrou hoje de forma clara o seu despreparo e desequilíbrio para administrar o município de Queimadas. Ao ouvir as críticas que o presidente da Camara, o vereador Lázaro José (PT) fazia à sua administração no programa que mantém na emissora “Queimadas FM” chamado “Trocando em Miúdos, o prefeito invadiu a emissora completamente transtornado a gritar que seu governo é transparente.

    Lazaro criticava a falta de transparência da atual administração e citou como exemplo a não aplicação constitucional na íntegra dos percentuais destinados à Saúde e à Educação (15% e 25% respectivamente). Relatava, também, que o prefeito Tarcísio “Liso” Pedreira solicitou à Camara municipal a convocação de uma Audiencia Pública para apresentar os gastos da atual administração (o que é obrigatório) no quadrimestre (Janeiro/Abril).

    Lázaro mostrava a falta transparência porque, segundo ele, nem o prefeito, nem secretários e, sequer, o contador da prefeitura compareceram a audiência para debater de forma transparente com os vereadores e com a população se os gastos foram realizados no interesse da coletividade.

    Foi neste momento que o prefeito Tarcísio “Liso” Pedreira nervoso, irritado e completamente desorientado invadiu a emissora Queimadas FM e iniciou um ataque ao presidente da Camara Municipal. Despreparado para um debate democrático ele passou a defender o seu governo e acusou o vereador Lazaro José de ter sido conveniente na gestão passada quando, não acusara o que ele chamou de “desmando” do governo Paulo Sergio Brandão.

    Na réplica o vereador Lázaro lembrou que Tarcísio esteve junto à administração Paulo Sergio Brandão desde o início e apoiou o ex-prefeito até quase o final de seu mandato (traiu Serginho para sair candidato a prefeito-nota do redator). E questionou: “por que ele à época não criticou e rompeu com o ex-gestor já que não concordava com a sua forma de administrar?

    Em que pese o programa ser apresentado pelo vereador Lázaro José o prefeito Tarcísio “Liso” Pedreira, que a partir de agora ganha uma nova alcunha “O Valentão”, não queria permitir que o vereador usasse o microfone. Foi necessário que o comentarista da Rádio, Jairo Alves “tomasse” literalmente o microfone de suas mãos e passasse ao Presidente da Camara que aproveitou para denunciar mais um absurdo na atual administração.

    “Os gastos com advogados chegam a R$ 30 mil por mês. O mais grave é que o Procurador João Otávio, que recebe R$ 7 mil por mês, ao contrário de defender o município e a população defende interesses de particulares”. O vereador Lázaro lamenta o triste papel do prefeito, sua falta de educação e de preparo para administrar um município como o de Queimadas e o desrespeito com que trata o poder Legislativo. “Nós respeitamos a Instituição Prefeitura, ou, o Poder Executivo e esperamos que a recíproca seja verdadeira”, disse o presidente da Camara.

    Fonte: Haroldo Aquilles (Blog Queimadas-Bahia)