Quem menosprezar a inteligência do eleitor Cansançãoense vai fracassar nas urnas

Curral eleitoral todosHá poucos dias das eleições, a disputa pelo voto do eleitor Cansançãoense segue a todo vapor, para presidente e governador o quadro no município começa a se definir, já para deputado estadual e federal ainda existe muita indefinição.

Acompanhamos nos últimos anos alguns deputados e candidatos criando laços com o eleitorado Cansançãoense, esses deputados estão frequentemente no município e são conhecedores dos nossos problemas, se eleitos poderão buscar soluções. O problema é que eles são minoria, o que predomina no município são os famosos deputados “Copa do Mundo” aqueles que aparecem de quatro em quatro anos em busca de votos, tratando o município como um verdadeiro “Curral Eleitoral”. No caso de Cansanção além de deputado “Copa do Mundo” existe até cabo eleitoral “Copa do Mundo” o que é o absurdo dos absurdos. E o que dizer dos candidatos que ignoram o título de parlamentar “Copa do Mundo” e querem conquistar os votos dos Cansançãoense apenas através de seus representantes sem pisar os pés no município no período eleitoral? Nada a declarar!

Felizmente o eleitor Cansançãoense tem avançado consideravelmente no quesito “Consciência Política”, a cada eleição o “Voto de Cabresto” tem perdido espaço para o voto consciente, nas últimas eleições municipais já tivemos alguns sinais dessa mudança na composição da Câmara, na eleição desse ano também teremos respostas através das votações dos deputados, e em 2016 talvez já possamos estar colhendo em longa escala os frutos do voto consciente.

Voltando para a eleição estadual, não poderia ser injusto com os deputados Vando, José Nunes, Luciano Simões, Fátima Nunes, Zé Paulo, Sandro Régis, Ronaldo Carletto, Irmão Lázaro, Cecília, Alex, Carlos Brasileiro, Josias Gomes e Elmar Nascimento que estão constantemente aparecendo no município. Se serão bons ou não para Cansanção, ai é outra história, você é quem deverá analisar.