Quijingue: Coletivo de Jovens promove oficina sobre políticas públicas durante formação de nova base

    face(1)Cerca de 60 jovens do município de Quijingue se reuniram no último sábado (20) no distrito de Algodões para a I Oficina sobre Políticas Públicas. O encontro foi promovido pelos próprios jovens que compõem o CMJQ – Coletivo Municipal de Jovens de Quijingue, e envolveu diversos tipos de atividades.

    O evento começou com a palestra do escritor quijinguense William Amorim, autor do livro Bullying e Cyberbullying – Conhecer para combater, identificar para prevenir. Na parte da tarde, o destaque foi para a participação do jovem Dailson Andrade, ex-coordenador geral do Coletivo Regional Juventude e Participação Social (CRJPS), que falou sobre o panorama atual da juventude brasileira, com destaque para as últimas manifestações que eclodiram nas ruas do país.

    dailsonSegundo Dailson Andrade, o principal motivo que levou o povo às ruas foi o grande avanço e mudança na pirâmide econômica. “Pessoas que viviam abaixo da linha da pobreza e hoje são classe média, e que não querem apenas pão, comida, mas querem também serviços públicos”, defendeu. Segundo ele, o problema que atrasou os avanços nas políticas públicas para a juventude foi a forma como o Estado sempre tratou o segmento, e provocou a plateia. “Perguntem para seus pais se eles já chegaram no futuro, como que é. É feio? É bonito? É preto? É branco?”.

    Para Joelnir Santana, jovem egresso do CMJQ e atual secretário de Administração de Quijingue, a participação no coletivo proporciona uma vivência inédita para os jovens. “O que vocês aprendem aqui não é passado na escola, não é visto nas faculdades”. Durante o encontro, foi oficializada a criação da base do coletivo em Algodões. “As pessoas vieram aqui com foco e a partir de agora vamos fortalecer cada vez mais a nossa base”, explica Moacir Nazgul Abreu, coordenador do CMJQ.

    Portal Tucano