Quijingue: Mais uma empresa contratada pela prefeitura não é encontrada no endereço informado

unnamed2A empresa Leandro Silva Gama (nome fantasia Soluções Power Consultoria e Treinamento em Software), contratada pela prefeitura de Quijingue para a prestação dos serviços de conectividade para o acesso à Internet por meio de banda larga, não foi encontrada no endereço que consta nos dados da Receita Federal. A loja deveria estar localizada na Rua Pedro Monteiro Campos, 168, casa, CEP 48.500-000, centro, Euclides da Cunha-Bahia.

Onde deveria estar a loja, há o Colégio José Aras (número 114), depois tem uma residência (sem número), segundo moradores, pertence a um funcionário da prefeitura de Euclides da Cunha, logo não é comércio. Mais adiante, aparece outra residência (número 178) que também não é comércio, segundo vizinhos. Nota-se que, na Rua Pedro Monteiro Campos não foi encontrado nenhuma casa ou comércio com o número 168 e nem a loja Soluções Power Consultoria e Treinamento em Software.

Essa empresa foi contratada pela Prefeitura de Quijingue logo que foi ativada, já que a data de abertura que consta nos dados da Receita Federal é de 01/05/2013, e, tão logo, no mês de Julho, foi contratada pela prefeitura. As numerações das notas fiscais fornecidas à prefeitura são as primeiras da empresa, demonstrando ser sua primeira grande contratação. As razões que levaram ao cancelamento da empresa que prestava os serviços de conectividade, por valores bem abaixo, para contratar esta recém-criada, não foram apresentadas pela prefeitura.

A prefeitura não foi procurada para comentar este caso. Espera-se que após ser informada por esta matéria, que possa nos esclarecer melhor.

COMO SE DEU A CONTRATAÇÃO DESTA EMPRESA?

Em setembro, a prefeitura de Quijingue divulgou a contratação da empresa Leandro Silva Gama (nome fantasia Soluções Power Consultoria e Treinamento em Software) pelo valor de R$ 57 mil, com contrato para 5 meses, correspondendo a R$ 11 mil e 400 reais mensais.

Até o mês de julho, esses mesmos serviços eram prestados por outra empresa de Quijingue, denominada Leandson Ferreira do Carmo-ME que recebia R$ 5.610,00 mensais. Valor extremamente menor, se comparado com o valor da nova contratação. Sendo que eram os mesmos serviços, fornecendo uma banda de internet 10 megabits de velocidade. O novo contrato elevou os gastos em mais de 100%: de R$ 5,6 para R$ 11, 4 mil mensais.

Na época, fizemos uma comparação entre os valores dos dois contratos. Nos cinco meses com o novo contrato, a prefeitura desembolsaria quase R$ 30 mil (R$ 28.950,00) a mais com a nova contratação. Desconhecemos as razões que levaram a prefeitura a contratar uma nova empresa para esses serviços por um valor excessivo. A prefeitura nunca se manifestou sobre esse caso.

A contratação da Soluções Power Consultoria e Treinamento em Software se deu por meio da modalidade de Carta-convite, utilizada para contratações de menor valor até o limite de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais), e que a empresa que prestava os serviços, bem mais barato, não foi convidada a participar da licitação.

Depois que foi divulgado no blog Folha da Vila, o caso chamou atenção da população, não só de Quijingue, mas das cidades circunvizinhas, despertando críticas a respeito do valor, considerado exagerado.

Ocorre que, no extrato das licitações, publicada no dia 11/12, aparece a contratação da Soluções Power Consultoria e Treinamento em Software por meio de Carta-convite nº17/2013. Porém, diferente dos R$ 57 mil divulgados em setembro, a prefeitura parece ter recuado um pouco, pois na recente divulgação, a contratação se deu pelo valor de R$ 45.000,00 (R$ 9 mil reais mensais).

Fonte: Folha da Vila