Rádio Comunitária de Cipó pode ser fechada por arrendar horário para evangélicos

    radio2A Rádio Comunitária Millênium de Caldas de Cipó pode ser fechada pela Anatel por vender espaços em sua grade de programação para a realização de programas evangélicos.

    As denúncias que segundo a direção da rádio Millênium 104,9 – são infundadas, aborda alguns pontos críticos. O relatório diz que a emissora arrenda seus horários para entidades evangélicas produzirem programas, ainda segundo esta denúncia diz que a rádio se desvia da finalidade comunitária.

    O denunciante diz que a emissora está ligada a um partido politico e cita dois supostos políticos que são locutores da rádio, um deles é o ex-vereador Gilberto, que aparece em uma foto tirada momentos depois que sai da prisão e o locutor Brankinho Mendes, que tentou sair como candidato a vereador, mas desistiu do pleito.

    Fica a saber que a lei de rádio comunitária não impede que igrejas evangélicas realizem programas em emissoras comunitárias, desde que a rádio não cobre nenhuma contribuição financeira pelo horário.

    A rádio Comunitária, diz está sofrendo ato de perseguição politica e pessoal, de pessoas desocupadas que procuram prejudicar a emissora e também o povo cipoense e que não é a primeira vez que recebeu este tipo de denúncia. A diretoria da emissora já está trabalhando em sua defesa, ao mesmo tempo está tomando providências para descobrir quem são os denunciadores.

    Fonte: www.radiofusoresfm.com