Reforço do Timão diz que time pode ser tão forte quanto o de 2015; veja comparativo

622_134f8a70-4ae5-3cfb-9f67-74b0d6dd77d7O Corinthians campeão brasileiro de 2015 não existe mais. Com seis novos titulares e vários reforços à espera de uma oportunidade, o Timão ainda caminha na temporada, reconstruindo um padrão de jogo e lutando por entrosamento.

Um dos jogadores recém-chegados, Marlone tem sido opção para Tite. Na vitória contra o Grêmio Osasco Audax, por 1 a 0, substituiu Lucca na etapa final e ganhou a companhia de dois estreantes: Guilherme e Willians, que deixaram o banco para dar os primeiros passos pelo Timão.

Questionado se o elenco do Corinthians já ganhou a mesma qualidade que perdeu com a debandada sofrida em janeiro, Marlone se mostrou esperançoso por um futuro de vitórias.

– Como não estive aqui ano passado, é dificil falar, só joguei contra. O Corinthains foi merecidamente campeão. Agora estamos nos conhecendo. Vem chegando uma nova turma, encaixando na forma nova da equipe jogar: eu, Guilherme, Willians e outros. Vamos nos encaixar no decorrer do tempo. Com certeza vamos nos tornar uma equipe forte. Por que não como a do ano passado ou até mais forte? Com entrosamento, vamos melhorar – projetou ele.

Além dos três citados, o Timão contratou o meia Giovanni Augusto, o atacante André, além do goleiro Douglas, do meia Alan Mineiro, do lateral Moisés e do zagueiro Vilson.
Outro defensor, o paraguaio Balbuena, do Libertad-PAR, tem negociações avançadas e pode ser anunciado nos próximos dias.

Em relação a 2015, o Timão perdeu Gil, Ralf, Renato Augusto, Jadson, Malcom e Vagner Love. Deixaram o clube também outros dois reservas: Edu Dracena e Marciel.