“Revelações vão chocar o país”, dispara doleiro Alberto Youssef

alberto-yousseff-550x309O doleiro Alberto Youssef decidiu seguir o mesmo caminho do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e contar o que sabe. E, nas palavras do próprio doleiro, o que ele sabe “vai chocar o país”.

De acordo com informações da revista “Veja”, além de confirmar que o dinheiro desviado da Petrobras era usado para sustentar três dos principais partidos da base aliada — PT, PMDB e PP —, Youssef se colocou à disposição para fornecer as contas no exterior, as datas de remessa e os valores repassados a políticos e autoridades que ele tinha como clientes.

Youssef disse às autoridades que, durante o tempo em que operou o banco da quadrilha do escândalo apelidado de “Petrolão”, por quase uma década, tomou o cuidado de esconder em um local seguro documentos que mostram a origem e o destino das cifras bilionárias que movimentou.

Ainda segundo a publicação, um inventário que está escondido em um cofre ainda longe do alcance das autoridades brasileiras. O acervo incluiria até os bilhetes das viagens que demonstrariam o que os investigadores já apelidaram de “money delivery”, o dinheiro entregue em domicílio.