Saiba cortes de carne permitidos para quem está de dieta

2006

A busca por uma vida saudável vai muito além de praticar atividades físicas todos os dias. Para ter qualidade de vida e conquistar um corpo em forma e com saúde é preciso, acima de tudo, cuidar da alimentação. Quando pensamos em começar uma dieta para emagrecer, um dos primeiros pensamentos que vem a cabeça é cortar a carne velha do cardápio e substituir pelas carnes brancas, especialmente o frango, e ovos. Mas será que é mesmo preciso deixar de saborear a carne bovina em prol da diminuição de medidas?

Pare pra pensar, quantas vezes você já começou uma dieta e acabou não resistindo àquele churrasquinho, brigadeiro ou salgadinho? E quantas foram as ocasiões em que esse pequeno deslize se tornou um desânimo tão grande que você acabou desistindo?

Carne para quem está de dieta
Carne para quem está de dieta

Para emagrecer com saúde é preciso encontrar o seu equilíbrio. Você não precisa abdicar de todas as coisas que você gosta, em prol de da busca pelo corpo perfeito, basta saber selecionar o que você come, e ter em mente que essa mudança começa dentro da sua cabeça.

A carne bovina não é tão vilã como todos pensam. Escolhendo os cortes certos e controlando a quantidade, você pode comer esse tipo de proteína sem culpa nenhuma. Assim, além de não prejudicar sua saúde, você ainda obtém nutrientes essenciais ao seu organismo, afinal a carne faz parte sim de uma alimentação equilibrada. Veja quais são os cortes de carne bovina mais saudáveis:

Lagarto

O lagarto é um corte considerado saudável e relativamente magro apesar de possuir gordura aparente, que deve ser retirada antes de preparar o alimento. A melhor maneira de prepará-lo é cozinhando na panela de pressão ou assada no forno. Em 100g de lagarto há 29.03g de proteína e 175 calorias.

Patinho

O patinho é um corte rico em proteínas de alto valor biológico, fonte de ferro e está na lista dos cortes magros. Em 100g de patinho tem 28.73g de proteínas e 185 calorias. É muito indicado para moer e no preparo de almondegas, hambúrguer caseiro, rocamboles e recheios. Pode ser consumido cozido, grelhado ou assado.

Alcatra

A alcatra também uma excelente opção de corte para quem está buscando novos hábitos alimentares. Também possui gordura aparente que deve ser removida antes do preparo, e conta com 30.38g de proteínas e 201 calorias. Essa carne é muito utilizada em churrascos, bifes de chapa e estrogonofe, pois se trata de um corte muito macio.

Coxão duro

O coxão duro é um corte de músculo pouco fibroso, que serve para o preparo de cozidos, ensopados, sopas e caldos. Também se trata de uma carne boa para moer e deve ser incluído na alimentação saudável. Com 220 calorias e 31.65g de proteínas em 100g de coxão duro, este é um corte bastante nutritivo.

Coxão mole

O coxão mole também é considerado uma carne magra e de consistência macia, devido às fibras curtas. Pode ser usado em preparo de assados e escalopes e possui 33.76g de proteínas e 230 calorias em 100 gramas.

Maminha

A maminha é uma carne que tem apenas 3g de gordura, 153 calorias e 30 gramas de proteínas em uma porção de 100g cozida. Muito macia e suculenta, a maminha é outra opção bastante utilizada em churrascos, cozidos, assados, grelhados e picadinhos.

Contrafilé

Muitas pessoas tem medo de inserir o contrafilé na dieta, por causa da camada de gordura lateral que o corte tem, mas esta pode ser facilmente retirada, tornando assim o contrafilé uma carne que pode e deve ser consumida na dieta de redução de peso.

Por se tratar de uma carne macia e suculenta, este corte é ideal para o preparo de bifes, estrogonofe, grelhados, rosbife, medalhões, churrasco e assados.

Filé mignon

O filé mignon é uma outra opção leve para quem esta buscando diminuir suas medidas. Além de magro, o filé mignon é macio, saboroso e rico em proteína. Pode ser cozido, assado ou grelhado e conta com apenas 220 calorias em 100g e 8g de gordura.

Além de ser uma excelente fonte de proteína, a carne vermelha é o alimento que contém a maior quantidade de ferro, mineral fundamental para o transporte de oxigênio aos tecidos e cuja ausência provoca anemia. Ela também é fonte de vitaminas do complexo B, principalmente a B12, que participa da formação de células vermelhas e manutenção do sistema nervoso central e zinco, importante para o bom funcionamento do sistema imunológico.

....