Saiba mais sobre o Museu do Louvre

Visitar a famosa Paris é o sonho de milhares de pessoas. Uma das cidades mais belas do mundo, Paris possui um charme e uma elegância que são particulares e característicos da cidade. São inúmeras as alternativas de passeios, e os pontos turísticos a serem visitados, pois Paris é um leque de possibilidades.

Assim como Londres e Nova York, a capital da França é uma cidade de contrastes desde o clima de romance que paira no ar, aos restaurantes estrelados até suas lojas de grifes, marcas famosas e ateliês de alta costura.

Uma das cidades mais acessíveis e fáceis de se locomover da Europa, a cidade das luzes é um prato cheio para os apaixonados por história, pois certamente, a paisagem ao seu redor remeterá algum tema abordado na escola.

Não importa onde você vá, em Paris, há sempre algo para todos os gostos. Se você é um amante da comida francesa, um fã de história ou um mochileiro querendo somente conhecer os pontos turísticos… Paris é parada obrigatória e você encontrará o que procura.

Uma das principais atrações da cidade, o Museu do Louvre é conhecido por ser um dos maiores e um dos mais visitado do mundo. O Louvre foi fundado em 1190 por Felipe II, como uma fortaleza para defender a cidade de Paris dos ataques dos vikings (inclusive, no subsolo do museu, é possível ver as ruínas dessa fortaleza). Só bem mais tarde, no século XVI, os reis Luís XIII e Luís XIV, transformaram o palácio do Louvre em aquilo que vemos hoje.

Seu impressionante acervo apresenta a arte ocidental da Idade Média até 1848, assim como as civilizações antigas que a precederam e a influenciaram. Visitar o Louvre é uma imersão na história da humanidade.

Uma visita ao Louvre merece e precisa de uma preparação. Isso porque seria uma pena planejar ir em uma terça-feira, sendo que é o único dia que o museu fecha. O Museu abre quase todos os dias do ano, das 9h às 18h, inclusive durante os horários de almoço, com exceção de 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro. A terça-feira é o dia em que o museu fecha para manutenção e restauração além de instalação de novas obras.

Se durante o dia você não tiver tempo, é possível visitar o museu também durante a noite, pois, às quartas-feiras e sextas-feiras o Louvre permanece aberto até às 21h45.  A visita noturna tem a fama de ser muito mais agradável graças ao baixo público, o que permite aproveitar melhor as peças expostas.

O preço do ingresso para museu do Louvre varia de uma coleção para outra. Uma entrada do Louvre dá acesso às coleções permanentes e às exposições temporárias sem distinção. Os bilhetes prioritários comprados anteriormente permitem maior conforto na visita. Ele evita que você fique na fila na frente dos guichês e até antes de entrar no museu. Para isso, passe pela passagem Richelieu, muito menos frequentada e você chegará ao grande salão, do lado do edifício de mesmo nome. Mas no primeiro domingo de cada mês, o ingresso para o museu do Louvre é gratuito.

As obras mais visitadas do museu são:

  • Aphrodite, Vênus de Milo: rez de chassée (térreo), ala Sully, sala n° 7, no departamento gregos, etruscos e romanos
  • Egito – la vie quotidiènne e as mùmias: rez de chaussée, ala Sully, (vàrias salas) departamento Egito
  • Os escravos de Michelangelo: rez de chaussée, ala Denon, sala 4, departamento escultura italiana
  • Vitória de Samotrácia: 1° andar, ala Denon, departamento escultura grega, depois do controle da entrada pegar escada da esquerda
  • Mona Lisa – Leonardo da Vinci: 1° andar, ala Denon, sala 6, departamento pinturas italianas
  • La Dentellière – Vermeer: 2° andar, ala Richelieu, sala 38, departamento pintura holandesa

Uma dica: o museu de Louvre é gigante e por conta disso é muito fácil se perder por lá. O ideal é que se coloque numa lista todas as obras que você deseja ver e depois, estabeleça, através do mapa do museu, um roteiro pelas a alas e salas em que elas se encontram. Essa é uma forma de economizar tempo para conseguir ver tudo o que quiser com calma e tranquilidade.

O Louvre possui 5 andares: térreo, primeiro e segundo, subsolo (onde fica o hall principal) e mezanino, entre o subsolo e o nível da rua. Ele também é dividido em três alas: Richelieu, Denon e Sully.

Por fim, ao passar pela cidade mais visitada e desejada no mundo, não deixe de reservar uma ida ao Louvre e também de tirar muitas fotos em Paris.